pico do itapeva
Fotografia, Natureza, Ponto Turístico, Roteiros de Aventura

Nas Alturas: Pico do Itapeva, Pico do Imbiri e Pico do Diamante

O nascer e o pôr do sol de Campos do Jordão são reverenciados por turistas e moradores. Em diferentes lugares da cidade se pode apreciar verdadeiros espetáculos de amanhecer e anoitecer. Obviamente os pontos mais altos da cidade garantem vistas impressionantes, por isso apresentamos para os leitores do blog os três cumes mais altos de Campos. Conheça os picos do Itapeva, do Imbiri e do Diamante, e suas paisagens de tirar o fôlego.

Vista do Pico do Itapeva.  Foto: Wikipedia

Vista do Pico do ItapevaFoto: Wikipedia

PICO DO ITAPEVA

Enquanto a maioria das pessoas dormem,  poucos quilômetros do centrinho da vila Capçivari, em Campos do Jordão, a Serra da Mantiqueira realiza o seu maior espetáculo.

Pico do Itapeva – Enquanto a maioria das pessoas ainda está dormindo, a poucos quilômetros do centrinho da vila Capivari, em Campos do Jordão, a Serra da Mantiqueira realiza o seu maior espetáculo. Foto: Wanderluster

Apesar de estar geograficamente situado no município de Pindamonhangaba, o Pico do Itapeva é, na prática, uma atração de Campos do Jordão. A estradinha que leva até o Pico é asfaltada. Ela começa na Av. Sen. Roberto C. Simonen, na vila Capivari, passa pela Ducha de Prata, depois pelo lago da Vila Inglesa, posteriormente pelo belíssimo lago do Itapeva, terminando por fim, no mirante.

Itapeva quer dizer pedra chata. O pico, que é o quinto mais alto do Brasil e tem 2.035 m de altitude, fica a 14 km do Centro de Capivari.

A Serra da Mantiqueira em primeiro plano com cidades do Vale do Paraíba ao fundo, no horizonte. Foto: W. Pereira

Pico do Itapeva – A Serra da Mantiqueira em primeiro plano com cidades do Vale do Paraíba ao fundo, no horizonte.Foto: W. Pereira

Pico do Itapeva Foto: Wanderluster

Pico do Itapeva Foto: Wanderlust

Pico do ItapevaFoto: Wanderluster

Mar de nuvens - O Pico do Itapeva mesmo em dias nublados merece uma visita. Foto: Raquel Amaral

Mar de nuvens – O Pico do Itapeva mesmo em dias nublados merece uma visita.Foto: Raquel Amaral

Pico do Itapeva Foto: Ruy Barbosa Pinto

Pico do ItapevaFoto: Ruy Barbosa Pinto

Brinde - O caminho para o Pico do Itapeva reserva uma grata surpresa, um lago a 1800  metros de altitude. Foto: Marcos Comune

Brinde – O caminho para o Pico do Itapeva reserva uma grata surpresa, um lago a 1800 metros de altitude.Foto: Marcos Comune

Lago do Pico do Itapeva Foto: Fernando Ted

Lago do Pico do ItapevaFoto: Fernando Ted

PICO DO IMBIRI

O ponto culminante de Campos do Jordão, em termos geográficos, é um pico localizado dentro do Horto Florestal, mas como é de difícil acesso (não conta com trilha), por estar dentro da reserva do Parque Estadual, sequer nome o pico de 2003 metros tem. Assim o Pico do Imbiri é uma espécie de maior pico de altitude interino. Mesmo estando a 1862 metros de altitude, menos que o Pico do Itapeva, o Pico do Diamante (1870 m de altitude, mas também de difícil acesso) e o Pico sem nome do parque estadual, turisticamente o Pico do Imbiri é considerado o ponto culminante de Campos do Jordão.

Pico do Imbiri Foto: Luciano Correa

Pico do ImbiriFoto: Luciano Correa

Pico do Imbiri - Vista para o sul de MG. Foto: Guilherme Lipe

Pico do Imbiri – Vista para o sul de MG.Foto: Guilherme Lipe

Pico do Imbiri Foto: Desconhecido

Pico do ImbiriFoto: Desconhecido

Pico do Imbiri Foto: Marcos Paulo

Pico do ImbiriFoto: Marcos Paulo

Pico do Imbiri Foto: Desconhecido

Pico do ImbiriFoto: Desconhecido

Pico do Imbiri Foto: Rosa dos Ventos

Pico do Imbiri – Vista para a Pedra do BaúFoto: Rosa dos Ventos

Pico do Imbiri - Vista para a Vila Capivari Foto: Nani Giardini

Pico do Imbiri – Vista para a Vila CapivariFoto: Nani Giardini

Pico do Imbiri Não deixe de visitar!

Pico do ImbiriNão deixe de visitar!

PICO DO DIAMANTE

Pico do Diamante Foto: Márcio Prado

Pico do DiamanteFoto: Márcio Prado

Localizado a 1870 metros de altitude o Pico do Diamante tem vista para lindas paisagens da Serra da Mantiqueira e todo o Vale do Paraíba. O acesso de carro para a trilha que leva até o local fica próximo ao Hotel Toriba (acessível através da segunda rotatória da avenida principal, para quem está entrando na cidade). Em frente ao hotel se inicia uma estrada de terra, à esquerda que leva ao topo do Pico. Mas a etapa final deve ser vencida a pé pela mata. Por isso é aconselhável a contratação de guia porque a trilha é difícil.

Pico do Diamante Foto: Augusto de Carvalho

Pico do DiamanteFoto: Augusto de Carvalho

Cachoeira vista do Pico do Diamante Foto: Márcio Prado

Cachoeira vista do Pico do DiamanteFoto: Márcio Prado

Pico do Diamante Foto: Trilhas e Trips

Pico do DiamanteFoto: Trilhas e Trips

Pico do Diamante Foto: Marcos Kaddoum

Pico do DiamanteFoto: Marcos Kaddoum

Pico do Diamante

Pico do DiamanteMais um lugar incrível de Campos do Jordão.

***

OFERECIMENTO

Logo BG 30 Anos

***

Padrão
Comer & Beber, Passeios & Compras, Ponto Turístico

A Fábrica da Baden Baden

A Baden Baden é a primeira cerveja gourmet do país.

Pioneira – A Baden Baden é a primeira cerveja gourmet do país.

Campos do Jordão é a terra da Baden Baden. A cerveja é considerada por muitos mestres cervejeiros brasileiros como a melhor cerveja artesanal produzida no país. Logo, ir a Campos do Jordão e não visitar a casa da primeira cerveja gourmet do país é uma falta que nenhum turista deve cometer.

Cerveja feita à mão - A Fábrica da Baden Baden se mantém fiel ao processo artesanal.

Cerveja feita à mão – A Fábrica Baden Baden se mantém fiel ao processo artesanal.

No tour Baden Baden (deve ser agendado previamente, ver box no final do post) o visitante conhece todo o processo artesanal de produção da cerveja, assiste uma breve aula sobre tipos de cerveja, recebe dicas de harmonização e ainda saboreia alguns chopes.

Ingredientes - Malte claro, Malte escuro e Lúpulo. Some a eles a água pura de Campos do Jordão e um mestre cervejeiro competente   e o resultado os admiradores da Baden Baden já conhecem: Sucesso.

Ingredientes – Malte claro, Malte escuro e Lúpulo. Some a eles a água pura de Campos do Jordão e um mestre cervejeiro competente e o resultado os admiradores da Baden Baden já conhecem: Sucesso!

O passeio pela cervejaria não é arrastado, costuma durar 30 minutos. Ao final os visitantes são encaminhados para uma brand store onde são presenteados com dois chopes de cortesia e um copo com a logomarca Baden Baden. A loja também vende malhas, camisas, bonés, chaveiros e moletons estilizados com a marca Baden Baden. Produtos de qualidade, ótimos para levar de lembrança de Campos do Jordão.

Salute! - A diferença entre a cerveja e o chope Baden Baden é que no final do processo de produção a cerveja é pasteurizada e o chope não. Como o chope é fresco, porque não passa pelo processo de pasteurização (Choque térmico), tem menor validade de duração.

Salut! – A diferença entre a cerveja e o chope Baden Baden é que no final do processo de produção(idêntico para ambos) a cerveja é pasteurizada e o chope não. Como o chope é fresco, porque não passa pelo processo de pasteurização , tem menor validade de duração.

Ainda na lojinha Baden Baden, vale a pena conferir o preço das cervejas, que na baixa temporada costumam ser bem mais baratas comparando com os preços praticados em supermercados e restaurantes.  Além disso, edições especiais, difíceis de encontrar nas grandes capitais, sempre estão no mix de produtos da brand store. Que ainda conta com os kits que contemplam de uma cerveja(vem com uma taça) a quatro garrafas de rótulos diferentes. Sempre uma boa pedida para presentear amigos e familiares.

WOW!!! é o que seu pai diria se ganhasse um desses de presente.

WOW!!!  é o que seu pai diria se ganhasse um desses de presente. #diadospais #ficaadica

Antes de ir embora o visitante ainda pode explorar o quintal da fábrica. Nele estão dispostos um caramanchão e uma escultura de barris em madeira que rendem boas fotos. Visitantes mais sortudos também podem se deparar com o simpático caminhão de abastecimento da Baden Baden, que também rende um registro fotográfico bacana.

Altos clicks - Foto do blog Levo na Mochila.

Altos clicks – O caramanchão na primavera bomba de flores. Foto por Levo na Mochila.

Totem cervejeiro - Foto do blog Levo na Mochila.

Totem cervejeiro – Foto do blog Levo na Mochila.

***

SERVIÇO

Agendamento: (12) 3664-2004
Endereço: Av. Matheus Costa Pinto, 1653 Vila Santa Cruz.
Horário: Visitas diárias das 10h às 17h, em intervalos de uma hora.
Valor: R$ 15,00 por pessoa*
Mais informações: www.badenbaden.com.br
*Menores de 18 anos não pagam, não podem degustar a cerveja e devem estar acompanhados dos responsáveis.
Foto da capa: Cris Campanella
Mapa Baden Baden - Clique para ampliar.

Mapa Baden Baden – Clique para ampliar.

***

OFERECIMENTO

______________________________________________

assinatura BG

Padrão
Ponto Turístico, Roteiro Família

Complexo Turístico da Ducha de Prata

Ducha de Prata

Em meio aos bosques da Vila Inglesa, em Campos do Jordão, encontra-se a Ducha de Prata, um dos pontos turísticos mais visitados da cidade.

O complexo turístico da Ducha de Prata fica a um quilômetro do centrinho turístico da Vila Capivari.

O complexo turístico da Ducha de Prata fica a um quilômetro do centrinho turístico da Vila Capivari.

O complexo turístico do local foi estruturado a partir dos anos 80 para atender os turistas que visitam Campos do Jordão. Desde então as quedas d’água do Ribeirão das Perdizes ganharam ao seu redor passarelas e mais tubos e canaletas d’água. De quebra ganharam também um novo nome, Ducha de Prata.

A Ducha de Prata é um conjunto de quedas d’água do Ribeirão das Perdizes.

Antes do boom turístico dos anos 80, as quedas d’água serviam de balneário para a elite paulistana que vinha passar os verões em Campos do Jordão. Hóspedes da afamada Pensão Inglesa, que hospedava a nata brasileira, e membros de famílias tradicionais que tinham casa na cidade, como os Simonsen, costumavam passar as tardes no local. E um resquício da época ainda sobrevive, um tablado com uma queda d’água artificial faz a vez de chuveiro há 50 anos. Um banho gelado, mas super saudável.

Gelaaada! - Mas no verão dá para arriscar.

Gelaaada! – A água é congelante, mas no verão dá para arriscar.

Hoje, no entanto, a beleza do local atende a todas as pessoas. As passarelas armadas por toda a área verde e sobre as quedas d’água permitem que os visitantes se movimentem por todos os lados, o que garante ótimos ângulos e luzes para fotografias em diferentes horários do dia.

Na ducha de prata o turista encontra  barraquinhas com produtos artesanais e souvenirs, para lembrar-se de sua visita à Campos do Jordão.

Na Ducha de Prata o turista encontra barraquinhas com produtos artesanais e souvenirs para lembrar-se de sua visita à Campos do Jordão. O local é uma importante vila de artesanato da cidade.

Além das quedas d’águas, a Ducha de Prata apresenta outras atrações. O complexo conta com várias lojinhas que vendem produtos artesanais como chocolates, queijos, geleias, licor e doces, bem como malhas, souvenirs e artesanato local. Outras atrações do lugar são o arborismo, realizado próximo das copas das araucárias, e os bonecos de personagens infantis cujos rostos vazados permitem fotos divertidas para serem levadas de lembrança do passeio.

Arborismo no bosque da Ducha de Prata. Foto por Raíssa Forte.

Arborismo no bosque da Ducha de Prata.

Uma cooperativa de lojistas e artesãos é responsável por zelar pela sustentabilidade e natureza da Ducha de Prata. Volta e meia a cooperativa também recebe ajuda do grupo de escoteiros Oyaguara de Campos do Jordão com ações de limpeza e conscientização sobre a natureza do local.

Entardecer na Ducha de Prata. Foto por Paulo de Souza.

Entardecer na Ducha de Prata. Foto por Paulo de Souza.

A visita ao complexo turístico Ducha de Prata além de render boas fotos e um banho gelado para os mais corajosos, também contribui para a preservação da natureza do local e sustento de famílias da cidade que sobrevivem graças a atividade turística do lugar. Na Ducha de Prata o turista se diverte e ainda colabora com uma boa causa.

Um por todos. Todos por um - Recentemente a cooperativa pintou todo o complexo de verde e amarelo. Ficou muito bonito. Venha conferir!

Um por todos. Todos por um – Recentemente a cooperativa pintou todo o complexo de verde e amarelo. Ficou muito bonito. Vale a pena conferir!

***

Endereço: Av.Roberto Simonsen, s/n – Vila Capivari

Entrada Franca

***

OFERECIMENTO

Logo BG 30 Anos

***

Padrão
Natureza, Ponto Turístico

Gruta dos Crioulos

Reza a lenda que nas sextas-feiras de lua cheia quem passa de noite pela região da Gruta dos Crioulos, em Campos do Jordão, escuta o ranger de correntes e o choro de negros que se abrigaram ali no final do século 19 fugindo da escravidão. A lenda é de conhecimento da maioria dos moradores mais antigos da cidade. Agora, se é verdade, não sabemos dizer, mas aparições sobrenaturais à parte, fato é que a Gruta dos Crioulos é um destino turístico rico em história e natureza, daí o porquê da sua presença na maioria dos roteiros de Campos.

Acesso fácil - Uma escadaria de pedras dá acesso à gruta.

Acesso fácil – Uma escadaria de pedras dá acesso à gruta.

O nome Gruta dos Crioulos se deve aos escravos fugitivos de fazendas do Vale do Paraíba que se embrenhavam pela serra da Mantiqueira em direção a Minas Gerais e no meio do caminho se abrigavam na gruta.

Localizada a aproximadamente 9 Km da Vila Jaguaribe, a Gruta dos Crioulos é um monolito de 700 m²  e 20 m de profundidade. O espaço abaixo da pedra mede 200 m² e era o lugar onde os escravos descansavam da fuga das fazendas. Hoje, no lugar das tristes histórias dos escravos, a gruta recebe turistas, praticantes de esportes de aventura e serve de abrigo para caçadores que passam a noite na floresta. Muitos desses deixam preces ao pé de uma imagem de Nossa Senhora Aparecida e de uma cruz, ambos presentes na gruta em memória dos escravos que faleceram no local.

Monolito - Um monolito é uma estrutura geológica constituída por uma única e maciça pedra ou rocha.

Monolito – Um monolito é uma estrutura geológica constituída por uma única e maciça pedra ou rocha.

O acesso à Gruta dos Crioulos é tranquilo e apesar de apresentar um trecho de estrada de terra, pode ser feito com carro de passeio. Mas é aconselhável, para quem vai de carro, que opte por dias ensolarados, para não correr o risco de atolar, uma vez que a estradinha de terra do acesso final não conta com manutenção rotineira. Já a estrada da Campista, principal via de acesso(80% do percurso), é totalmente asfaltada e  praticamente um corredor panorâmico, tamanha a beleza das paisagens da estrada, que apresenta florestas de araucárias, bolsões de hortênsias e ao se aproximar da gruta, mata tropical.

Um pouco de história - No tempo da escravidão, a gruta era lugar quase inacessível sendo necessária uma verdadeira odisséia por entre um caminho rústico aberto na mata, conhecido como velho caminho das minas de ouro, que ligava o Sul de Minas aos portos de São Sebastião e Parati.

Um pouco de história – No tempo da escravidão, a gruta era lugar quase inacessível sendo necessária uma verdadeira odisséia por entre um caminho rústico aberto na mata, conhecido como velho caminho das minas de ouro, que ligava o Sul de Minas aos portos de São Sebastião e Parati.

Uma vez na Gruta dos Crioulos o visitante tem duas opções para explorar o local: o interior da gruta e a parte de cima da pedra, cuja vista é muito bonita, mas dispende certo preparo físico por causa do acesso íngreme e escorregadio. A mata tropical que envolve o local também impressiona pela beleza.

À esquerda - Cruz em memória dos escravos falecidos na gruta.

Cruz - Monumento em memória dos escravos falecidos na gruta.

Gruta desbravada e natureza contemplada é hora de voltar para a área urbana de Campos do Jordão, mas não sem experimentar um dos pastéis da barraquinha localizada nas imediações do acesso à pedra. Sério, vale muito a pena, é uma delícia.

#ficaadica

Aventura - Pelas trilhas e  estradas de terra é mais gostoso.

Aventura – Pelas trilhas e estradas de terra é mais gostoso.

O passeio à Gruta dos Crioulos fica muito mais divertido se realizado com uma agência de turismo de aventura. Seja a pé (trekking), de bicicleta, a cavalo, de gaiola ou quadriciclo, encarar as trilhas que levam ao lugar praticando um esporte é garantia de muita emoção, adrenalina e paisagens fantásticas, o que deixa o passeio ainda mais interessante.

***

OFERECIMENTO

_______________________________________________

Padrão
festa junina blog 2
Rolê Econômico, Roteiro Família

Arraiá em Campos do Jordão

As festas juninas foram deixadas um pouco de lado em Campos do Jordão em 2014. O motivo: a Copa do Mundo. Tirando a boa iniciativa da Prefeitura com o festival de quadrilhas no Mercado Municipal poucas festas conseguiram chamar a atenção em junho.

Mas agora, mesmo com o Brasil, infelizmente, fora da disputa do título mundial, turistas e jordanenses não precisam parar de festar. Em Campos todos podem continuar festando, mas em outro campo, o campo da cultura caipira.

O 1º Arraiá na Montanha espera receber 300 mil visitantes.

O 1º Arraiá na Montanha espera receber 300 mil visitantes.

Pensando em resgatar a tradição das festas juninas o Hotel Estoril organizou uma festa “julina”, o 1º Arraiá na Montanha.  A festa vai até o dia 3 de agosto e acontece na rua Engenheiro Guilherme Winter, nº 280 (ao lado do Market Plaza).

A entrada para o evento é franca e os visitantes encontram atrações tradicionais como barracas de pescaria, argolas, tiro ao alvo, bingo, cadeia, correio elegante e comidas típicas: quentão, vinho quente, canjica, curau, milho verde, bolos, churrasquinho, cachorro-quente, arroz doce, bolinho caipira, caldos e outros.

Algumas delícias da festa.

Algumas delícias da festa.

Entre as atrações musicais um sanfoneiro anima diariamente a festa convidando os visitantes para o tradicional forró e divertidas quadrilhas coletivas.

A festa ainda conta com touro mecânico, cama elástica, tobogã e patinação no gelo.

Touro Mecânico -  Também ta tendo.

Touro Mecânico – Também ta tendo.

***

Atenção: Fechado nos dias: 08/07, 16/07, 23/07 e 30/07

Mais informações: 

(12) 3669-9000

www.facebook.com/arrraianamontanha

www.hotelestoril.com.br/promotions/arrai-a-na-montanha.htm

OFERECIMENTO

______________________________________________

Padrão
Bem Estar, Natureza, Passeios, Roteiro Família

Canto Gregoriano em Campos do Jordão

Orar, trabalhar e relacionar-se de maneira fraterna. Esses são os preceitos que guiam o Mosteiro de São João em Campos do Jordão. Na comunidade monástica residem monjas beneditinas que se reúnem sete vezes ao dia na Capela para rezar e entoar cantos gregorianos. Além das obrigações monásticas, as religiosas mantém obras sociais e conforme a tradição dos monges vivem de seu próprio trabalho, produzem e vendem  artesanatos e quitutes como pães, bolos e geleias.

A simpatia das monjas beneditinas.

A simpatia das monjas beneditinas.

Quitutes fabricados e vendidos pelas irmãs beneditinas. Veja mais, clique aqui.

Quitutes fabricados e vendidos pelas irmãs beneditinas. Veja mais, clique aqui.

Aberto para visitação do público o mosteiro comemora em 2014 o seu jubileu de 50 anos. Neste meio século de atividades o local já se consolidou como um dos principais destinos turísticos de quem busca paz de espírito e tranquilidade em Campos do Jordão. Com bosques e trilhas que levam a grutas e capelas e envolto em uma mata milenar o mosteiro é um programa excelente para clarear as ideias, fazer preces e conhecer a tradição do Canto Gregoriano.

Visitantes interessados em assistir ao Canto Gregoriano podem conferir vésperas todos os dias às 17h45. Missas com Canto Gregoriano, por sua vez, acontecem logo pela manhã. No domingo a celebração é às 7h15, na segunda–feira acontece às 7h, e de terça à sábado às 8h.

O mosteiro é envolto por natureza. Veja mais fotos, clique aqui.

O mosteiro é envolto por natureza. Veja mais fotos, clique aqui.

O mosteiro de São João também recebe religiosos e leigos engajados para retiros. Na Casa Santa Scholástica as pessoas podem vivenciar o dia a dia da abadia e curtir períodos de orações e celebrações da comunidade em meio a uma das paisagens mais bonitas da cidade.

Casa de Retiro Santa Scholástica

Casa de Retiro Santa Scholástica

“A espiritualidade beneditina oferece exatamente o que falta aos nossos tempos… procura preencher o vazio e curar a fraqueza na qual muitos de nós vivemos, de maneira sensível, humana, íntegra e acessível a uma humanidade estressada, super-estimulada e super- agendada.

A espiritualidade beneditina não exige grandes obras ou grandes renúncias, é tecida com a matéria prima da vida cotidiana comum. Simplesmente pede relacionamento. Mostra como relacionar-se com Deus, com os outros e com nosso mais profundo eu.”

Ir. Joan D. Chittister

***

Mais Informações:  www.mosteirosaojoao.org.br

Horários do Canto Gregoriano: Clique aqui.

OFERECIMENTO

________________________________________________

Padrão
Bondinho EFCJ - Campos do Jordão
Passeios, Roteiro Família

Passeio de trem em Campos do Jordão

Partiu andar de trem e bondinho!!!

Conheça a centenária estrada de ferro de Campos do Jordão. Idealizada inicialmente para  facilitar o acesso de pacientes tuberculosos a Campos do Jordão, hoje a estrada de ferro é utilizada, sobretudo, para passeios turísticos.

Trem da linha Pindamonhangaba - Campos do Jordão. Foto por Ian Pozobon.

Trem da linha Pindamonhangaba – Campos do Jordão. Foto por Ian Pozobon.

Este potencial turístico tem se mostrado cada vez mais eficiente. Desde 2013 a média de turistas transportados por ano gira em torno de 50 mil pessoas . Por isso a EFCJ aumentou o número de horários dos seus roteiros turísticos.

Bondinho por Victor Casale

Bondinho por Victor Casale

*

Programe-se. Confira os roteiros da EFCJ em Campos do Jordão:

Estação Emílio Ribas – Estação Campos do Jordão(Abernéssia)

Locomotiva Baronesa - A tradicional Maria Fumaça

Locomotiva Baronesa – A tradicional Maria Fumaça

Ida e volta: 30 min.

Adquirida pela ferrovia em 2004, o trem tracionado pela locomotiva Baronesa remete aos primórdios da Estrada de Ferro Campos do Jordão, quando seus trens eram todos movidos a vapor.

Deixando o centro de Capivari, o turista percorre a parte mais movimentada de Campos do Jordão, chegando depois ao centro de Abernéssia, um dos bairros mais tradicionais da cidade. Em Abernéssia o turista pode observar a igreja N. Sra. Terezinha e edifícios históricos como o prédio do Mercado Municipal, o Fórum da cidade e o Palácio Olivetti, primeiro hotel da cidade.

Estação Emílio Ribas – Portal de Campos do Jordão

Bondinho da EFCJ. Foto por Juliana Cintra

Bondinho da EFCJ. Foto por Juliana Cintra

Ida e volta: 50 min.

Esse percurso é feito pelos simpáticos bondinhos vermelhos e amarelos, que já se tornaram uma das marcas registradas de Campos do Jordão.

Deixando o centro da vila Capivari, o turista percorre a parte mais movimentada de Campos do Jordão, chegando depois ao centro de Abernéssia, um dos bairros mais tradicionais da cidade, e posteriormente ao Portal de entrada da cidade na parada São Cristovão. Em seguida o trem  retorna para a vila Capivari.

 Estação Emílio Ribas – Estação Eugênio Lefevre (Santo Antônio do Pinhal)

Manobra do Trem da EFCJ na Estação Eugênio Lefevre em Santo Antõnio do Pinhal.

Manobra do Trem da EFCJ na Estação Eugênio Lefevre em Santo Antõnio do Pinhal.

Ida e volta: 2h30min

Esse percurso tem 19km e é feito por diferentes trens de turismo  da EFCJ.

Deixando o centro de Capivari, o turista atravessa toda a cidade e então empreende descida até a cidade vizinha de Santo Antônio do Pinhal. O passeio apresenta lindas paisagens da serra da Mantiqueira e paradas estratégicas em pontos como a fazenda Renópolis e o Alto do Lajeado, ponto culminante ferroviário do país, a 1.743 metros de altitude. Uma vez em Santo Antônio do Pinhal o turista pode conferir o processo de manobra do trem, bem como visitar o mirante Nossa Senhora Auxiliadora e provar o delicioso bolinho de bacalhau da estação.

 ***

Datas e Vagas: Clique aqui.

Horários e Tarifas: Clique aqui.

Mais informações: (12) 3663-1531

***

OFERECIMENTO

Logo BG 30 Anos

***

Padrão
teleférico blog
Passeios, Rolê Econômico

O primeiro teleférico do Brasil

Conheça o Teleférico

Hoje no blog mais um post da série “Rolê Econômico” que apresenta dicas de passeios para gastar pouco em Campos do Jordão.

A dica dessa semana é o tradicional passeio de Teleférico.

O teleférico ficaocalizado no parque do Capivari e pertence a Estrada de Ferro de Campos do Jordão.

O teleférico fica localizado no parque do Capivari e pertence a Estrada de Ferro de Campos do Jordão(EFCJ).

Localizado no Parque do Capivari, o passeio é uma das principais atrações operadas pela Estrada de Ferro de Campos do Jordão(EFCJ). Inaugurado em junho de 1970 o Teleférico de Campos do Jordão foi o primeiro a ser construído no Brasil.

A subida é em meio à campos de altitude. Já a descida é marcada pela vista do centrinho turístico da vila Capivari.

A subida é em meio à natureza. Já a descida é marcada pela vista do centrinho turístico da vila Capivari.

Uma linda vista

O teleférico da EFCJ é do tipo telecadeira e possui 74 assentos individuais. Sustentado por cabos de aço, o teleférico alcança 160 metros de altitude, chegando ao topo do Morro do Elefante (1.800 m de altitude).

A distância entre ponto de partida no parque do Capivari e o cume do Morro do Elefante é de 560 metros e o trajeto é percorrido em 5 minutos.

Detalhe da telecadeira com três paisagens distintas do passeio: campos de altitude, araucárias e a vista panorâmica da vila Capivari ao fundo.

Do alto do Morro do Elefante o visitante tem acesso a um belvedere com vista para toda a região da vila Capivari. Sem dúvida uma das vistas panorâmicas mais bonitas da cidade.

Vista do Morro do Elefante. Foto por Deni Willians.

Vista do Morro do Elefante. Foto por Deni Willians.

O ingresso para o teleférico custa R$ 15,00 e pode ser adquirido no local. A EFCJ, além de dinheiro, aceita as principais bandeiras de cartões de crédito. O valor é referente à ida e volta do passageiro.

***

SERVIÇO

Teleférico da EFCJ

De quinta a domingo, das 10 às 16h30
Local: Parque do Capivari
Endereço: Av. Dr. Emílio Lang Júnior, s/n, Vila Capivari
Valor por pessoa: R$15,00 (ida e volta)
 
*foto da capa do blog: Rodrigo Soldon

***

OFERECIMENTO

Logo BG 30 Anos

***

Padrão
Passeios & Compras, Pra ir à dois, Rolê Econômico, Roteiro Família

O Pedalinho voltou!

A Estrada de Ferro Campos do Jordão, mantenedora do Parque do Capivari, reativou em 2014 o tradicional Pedalinho do lago Capivari. O pedalinho faz parte do imaginário jordanense desde os anos 90 e meados dos anos 2000, mas estava sem funcionar há cerca de dez anos.

Pode sentar e deitar na grama sem se preocupar com o tempo. Porque fazer nada com alguém que a gente ama em uma paisagem dessa é ótimo. Foto por Sérgio Moreira. Conheça o Flickr do artista, clique aqui.

Pode sentar e deitar na grama sem se preocupar com o tempo. Porque fazer nada diante de uma paisagem como essa é ótimo. Foto por Sérgio Moreira. Conheça o Flickr do artista, clique aqui.

O lago do Capivari ocupa a área central do parque e o pedalinho é uma ótima opção de lazer para as tardes ensolaradas de Campos do Jordão e um dos passeios prediletos de casais apaixonados e crianças.

Nos dias ensolarados andar de pedalinho, tomar sol nos gramados à beira do lago e aproveitar as lojinhas do parque Capivari é um excelente programa pra quem não está podendo gastar muito, mas quer viver uma experiência agradável com a família ou a namorada(o).

***

Para mais informações:

www.efcj.sp.gov.br

OFERECIMENTO

_______________________________________________

assinatura BG

 

Padrão
Encontro de Carros Antigos
Sem categoria

Maior encontro de carros antigos do Brasil chega à Campos do Jordão

A serra de Campos do Jordão é destino comum para diversos clubes de carros antigos.

Na cidade, os colecionadores encontram opções de lazer e uma excelente estrutura de hospedagem e gastronomia.

Tudo isso além de poder aproveitar o clima de montanha e ainda desafiar os motores de seus carros, que aceleram subindo pelas curvas suaves da estrada que leva à Campos.

Porém neste feriado prolongado do Dia do Trabalho, o destino turístico se transformou na capital dos carros antigos. Completamente tomada pela magia dos automóveis, a Vila Capivari foi preenchida pelas antigas máquinas, que chamam a atenção pela sua beleza e pelo fino tratamento que vem recebendo através das décadas. O Encontro Paulista de Carros Antigos é o maior evento do gênero no Brasil e reúne, além de colecionadores, uma grande estrutura de venda de automóveis, peças e diversos outros itens que remetem ao passado.

Nestes dias do feriado, centenas de carros tomaram as ruas da charmosa vila, criando uma atmosfera de admiração e saudosismo.

Um passeio entre os carros propicia uma experiência sensacional, pois ali estão expostas lendas e mitos do automobilismo.

Carros que são vistos somente em filmes do Hollywood estão a poucos metros de distância e podem ser vistos e fotografados bem de perto.

Entre as marcas mais famosas estão Cadillac, Porsche, Ferrari, Fords antigos e muitos outras verdadeiras obras de arte sobre rodas.

Também podemos encontrar no evento Fuscas e outros carros do gênero, que saíram de linha, mas ainda estão muito presentes no memória do público.

Adultos e crianças que visitam a exposição se rendem pela magia dos carros antigos, resultando em comentários apaixonados de admiração.

Junto com a exposição, que toma parte da entrada da Vila Capivari e o Parque da Estação da Estrada de Ferro, diversos estandes de expositores foram montados em ruas próximas.

Além de peças de reposição para carros antigos, serviços para carros e placas que mencionam marcas e modelos de automóveis , também pode-se comprar uma infinidade de produtos vintage que incluem desde antigos gramofones, passando por discos de vinil até revistas e objetos antigos.

O evento acontece durante o feriado prolongado do Dia do Trabalho, reunindo apaixonados e admiradores dos carros que marcaram época e até hoje fascinam o público.

Fotos: Cristiano Tomaz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Padrão