trilhas culturais
Cultura, Fotografia

Trilhas Culturais: Tradição valeparaibana em Campos

A cultura valeparaibana subirá a serra para uma temporada em Campos do Jordão. O projeto Trilhas Culturais que resgata as tradições do Vale do Paraíba em diferentes áreas inaugura nesta terça-feira,dia 18, uma mostra fotográfica na Casa de Cultura Prof Antonio Fernando Costella. A exposição ficará em cartaz até o dia 4 de setembro.
Visitantes na passagem da exposição pelo Taubaté Shopping. Foto: Trilhas Culturais

Visitantes na passagem da exposição pelo Taubaté Shopping. Foto: Trilhas Culturais

Trilhas Culturais é uma iniciativa da Pró-reitoria de Extensão da Unitau, em parceria com o Departamento de Comunicação Social, sob coordenação do premiado fotógrafo João Rangel e alunos da instituição. O projeto percorre o Vale do Paraíba há mais de dez anos e busca resgatar e valorizar a cultura da região. As fotos da mostra retratam a culinária, a música, a literatura e as profissões antigas do Vale, exaltando os personagens da vida real que mantém viva a nossa cultura.

 

O projeto também contempla vídeos sobre culinária:

Vale a pena conferir. A entrada é gratuita.

 

SERVIÇO
Exposição Trilhas Culturais
DATA: até o dia 04 de setembro
HORÁRIO: Seg a Sex das 9h às 17h
LOCAL: R. Brigadeiro Jordão, 1236, Vila Abernéssia

Convite Trilhas Culturais. De graça! ;)

Mais informações:

Site: Trilhas Culturais

Facebook: Trilhas Culturais

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste_______________________________________________

assinatura BG

Padrão
Verônica Câmara
Cultura

A arte de Verônica Câmara

A artista plástica Verônica Câmara está com trabalhos expostos no centro cultural Ame Campos até o final de agosto. Paulistana radicada em Campos do Jordão, Verônica é uma das artistas de maior sucesso na arte de retratar as paisagens de Campos. A artista tem trabalhos espalhados por toda a cidade. Principalmente murais e afrescos, sempre com bastante riqueza de detalhes. A fauna e a flora de Campos do Jordão retratadas por Verônica podem ser conferidas em diferentes locais como o Hotel Toriba, o Hotel Serra da Estrela, o Restaurante Vila Chã,  o Boulevard Geneve, a Inverness, a pousada Villagio d’Italia e a malharia Genève. 

Na Ame Campos a arte de Verônica está fragmentada. A exposição “Verônica Câmara – a corajosa delizadeza das formas”explora os detalhes da obra da artista. Com quadros que pinçam recortes detalhistas de suas pinturas. O que lança um olhar para a delicadeza e precisão dos traços da pintora.

veronica câmara

Obras da artista Verônica Câmara expostas na Ame Campos.

Bio da artista

Natural de São Paulo, Verônica Arruda Câmara, é radicada em Campos do Jordão e desde 1994, além de pintar telas, se dedica a Pintura Decorativa e Ilustrações. O trabalho de Verônica pode ser apreciado em diferentes hotéis, pousadas e restaurantes de Campos. Sempre com paisagens, plantas, flores e animais da região ilustrando belos murais decorativos. A artista também faz ilustrações de mapas para revistas e guias turísticos da cidade e já teve seus desenhos ilustrando rótulos de produtos tradicionais da cidade como a cerveja Baden Baden e o mel Api-Levy.

Veronica Camara

Pedra do Baú por Verônica Câmara.

SERVIÇO

Exposição: Verônica Câmara 
Local: Sede da AMECampos
R. Dr. Reid, 68 – Vila Abernéssia 
Data: de 07 a 28 de agosto de 2015
Informações: (12) 3662-2611/(12) 3662-5511

Leia também:

A arte de Verônica Câmara no Sans Souci

Ricardo Montenegro – Um flâneur a serviço da arte

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste_______________________________________________

assinatura BG

Padrão
5 ATRATIVOS CEREJEIRAS blog
Cultura, Eventos

As 5 atrações mais legais da Festa da Cerejeira

O produtor cultural Ricardo M. S. Gonçalves, dos blogs parceiros, GuiaCampos e Ame Campos, bateu um papo com amigos e visitantes da Festa da Cerejeira para saber o que é mais legal na festa. Com as respostas escreveu um texto no qual lista os 5 atrativos mais legais eleitos pelo público. Imperdível!!!

Por Ricardo M. S. Gonçalves

 1 – Ter seu yakisoba preparado na hora por um uma batchan (Avó Japonesa tradicional)

FESTA da cerejeira

“Batchans” preparam o Yakisoba da Festa da Cerejeira de Campos do Jordão.

Esta é uma das maiores atrações da Festa da Cerejeira de Campos do Jordão. Os membros da Colônia Japonesa se organizam em grupos e formam uma verdadeira linha de produção nipônica para preparar as delícias da culinária do oriente. E o destaque sempre fica por conta do Yakisoba.

2 – O Parque das Cerejeiras Sakura Home e suas Flores de Cerejeira

Bosque do Parque das cerejeiras Sakura Home em Campos do Jordão.

Bosque do Parque das cerejeiras Sakura Home em Campos do Jordão.

“As cerejeiras sem dúvida, especialmente quando estamos passeando pelo parque e o vento nos presenteia com uma chuva de florzinhas”. foi o que respondeu a farmacêutica Kassima Campanha. E de fato ela está certa! Aliás são justamente essas “florzinhas” e a delicadeza característica o motivo da celebração (saiba mais sobre a origem da festa, clique aqui). A flor da cerejeira, Sakura em japonês, é um símbolo do Japão. A simbologia é tão intensa que o povo a cultua e respeita como a própria bandeira japonesa.

Clique na imagem para saber a origem da festa.

A contemplação das flores é chamada “hanami”. Clique na imagem para conhecer a história por trás da festa.

A jornalista Fafi Pontes também destaca o Recanto de Repouso Sakura, uma Instituição de Longa Permanência para Idosos, onde o parque das cerejeiras fica localizado, e que conta com laguinho de carpas, jardins bem cuidados e uma limpeza de impressionar. “Parece um pedaço do Japão” diz Fafi.

3 – Grupos Folclóricos Japoneses

Apresentação do grupo Todoroki Taiko na 47a. Festa da Cerejeira de Campos do Jordão

Posted by Festa da Cerejeira em Flor de Campos do Jordão on Sábado, 1 de agosto de 2015

Para o jornalista Marcio Correia os Grupos Folclóricos Japoneses são a grande atração da Festa da Cerejeira de Campos do Jordão. Muitos se apresentam todo ano e o destaque fica para a apresentação de Taikô, os grandes tambores tocados em grupo. Escritos históricos documentaram que jovens japoneses foram enviados para a Coréia para estudar o kakko, semelhante ao taikô em alguns aspectos. O taiko teria sido introduzido no Japão através da influência cultural coreana e chinesa entre 300-900 d.C.. É de arrepiar!

4 – Reunião das famílias japonesas e a tradição

O respeito às tradições reúne diferentes gerações na festa.

O respeito às tradições reúne diferentes gerações na festa.

 Foi a reunião das famílias e o valor as tradições japonesas a característica que chamou mais atenção da professora Fabiola Granato Chung e da empresária Valéria Kara José Pinheiro. E isso é realmente muito nítido na festa que apesar de não ser a mais antiga de Campos do Jordão, é sem dúvida a mais tradicional, realizada ininterruptamente há 47 anos.

Pode-se ver de idosos usando orgulhosos seus trajes típicos, a bebês que são levados e imergidos na cultura nipônica pelos seus pais. Só por isso a festa já vale o esforço de ser realizada.

 Sempre teremos o que aprender com os orientais no que se refere a tradição e valores familiares. E para o bom observador a Festa das Cerejeiras de Campos do Jordão é sem dúvida uma ótima oportunidade pra isso.

5 – O artesanato e as bugigangas

Artesanato nipônico na Festa da Cerejeira de Campos do Jordão.

Artesanato nipônico na Festa da Cerejeira de Campos do Jordão.

 Tem também o artesanato e as bugigangas que fazem a alegria das crianças e de adultos como o economista Oswaldo Bifulco de Moraes, que citou o artesanato japonês como um destaque da festa. Os trabalhos vão dos delicados origamis, passando pelas flores como as lindas orquídeas que só os japoneses conseguem produzir e os bonsais, chegando nos ioiôs e bonequinhos de plástico que durarão menos de 24 horas nas mãos das crianças, até brinquedinhos de madeira e roupas. Bem Legal!

***

SERVIÇO

A festa acontece sempre aos sábados e domingos no Parque das Cerejeiras localizado a Rua Tassaburo Yamagushi, 2173 – Vila Albertina, nos dias 1, 2, 8, 9, 15 e 16 de agosto.

Os ingressos estarão a venda no local a R$ 10,00/pessoa, R$ 5,00 (idosos e estudantes com carteirinha). Informações (12) 3662-2911.

Mais informações: www.festacerejeira.com.br

***

Texto originalmente publicado nos blogs Guia Campos e Ame Campos. Ambos excelentes referências para acompanhar a agenda de eventos culturais de Campos do Jordão.

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste______________________________________________

assinatura BG

Padrão
coral blog
Cultura, Eventos, Festival de Inverno

Último final de semana da Temporada

O último final de semana da temporada de inverno de Campos do Jordão 2015 está com muitas atrações culturais programadas. A despedida do Festival Internacional de Música Erudita e a Festa das Cerejeiras são as principais atrações. Confira a programação dos dois eventos para este final de semana.

FESTIVAL INTERNACIONAL DE CAMPOS DO JORDÃO

Coral paulistano Mario de Andrade

Coral paulistano Mario de Andrade

A última semana do maior festival de música erudita da América Latina ficou reservada para a apresentação da Orquestra Sinfônica do Estado de Paulo, a Filarmônica de Campos do Jordão e o Festival Coral.

Nesta sexta-feira o Coral Paulistano Mário de Andrade, sob a regência de Martinho Lutero Galati, faz um concerto gratuito, às 20h30, no Auditório Claudio Santoro, interpretando o “Réquiem”, de Mozart.

O Auditório também recebe de graça no sábado, 01 de agosto, às 16h, a apresentação do Coral Jovem do Estado de São Paulo. No repertório do grupo, clássicos e canções populares de compositores como Chico Buaqrue e Dorival Caymmi.

Ainda no sábado, a partir das 20h30, se apresentam no Auditório o Coral do Festival e a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo. O valor do ingresso custa R$80,00 e dá direito as duas apresentações.

E no domingo, dia 02, às 16h30, também no Auditório a orquestra da cidade, a Campos Filarmônica, se encarrega das despedidas de mais um Festival. A entrada é gratuita.

A orquestra Campos Filarmônica em registro do fotógrafo Tadeu Sales.

A orquestra Campos Filarmônica em registro do fotógrafo Tadeu Sales.

Serviço

A retirada de ingressos para os eventos gratuitos começam a partir de duas horas antes da apresentação. São limitados dois ingressos por pessoa. A retirada é na bilheteria do Auditório.

Os ingressos para as apresentações pagas podem ser adquiridos pelo telefone 4003-1212 – opção 2 – Ingresso Rápido ou presencialmente na bilheteria do Auditório em dias de concerto, das 14h até o início do concerto.

O Auditório Cláudio Santoro fica localizado na Av. Dr. Luís Arrobas Martins, 1.800, Alto da Boa Vista.

FESTA DAS CEREJEIRAS

festa das cerejeiras

Clique na imagem para conhecer a história da festa

A tradicional Festa das Cerejeiras de Campos do Jordão em seu segundo final de semana, além do espetáculo das flores está cheia de apresentações programadas. Confira:

Dia 01 de Agosto - (Sábado)

10:30 hs Kaito Shamissen – Taiko Shakuhati – Musica e Dança Folclórica – Resp. Sr. Tsukasa Kaito

11:00 hs Grupo Filhos da Luz – Igreja Metodista Livre – S.J.C. Resp. Leonardo Fukushima (1ª Apres.)

11:30 hs Projeto Platanus – Apresentação Judô – Profª Suzana (1ª Apres.)

12:30 hs Todoroki Taiko (ACENBO) – Bunkyo de Osasco Resp. Sr. Makoto Kanegai (1ª Apres.)

13:00 hs Aberto para Karaokê

14:00 hs Grupo Filhos da Luz – Igreja Metodista Livre – S.J.C. Resp. Leonardo Fukushima (2ª Apres.)

14:30 hs Projeto Platanus – Apresentação Judô – Profª Suzana (2ª Apres.)

15:00 hs Todoroki Taiko (ACENBO) – Bunkyo de Osasco Resp. Sr. Makoto Kanegai (2ª Apres.)

15 :30 hs Aberto para Karaokê

Cores e mais cores na tradicional festa da colônia japonesa de Campos do Jordão.

Cores e mais cores na tradicional festa da colônia japonesa de Campos do Jordão.

Dia 02 de Agosto - (Domingo)

11:00 hs Dança Folclórica Japonesa Nishikawa Ryu Profª Yosuke Nishikawa – SJC (1ª Apres.)

12:00 hs Associação Kenko Taisô do Brasil – Resp. Profª Kawazoe (1ª Apres.)

12:30 hs Aberto para Karaokê

13:00 hs Taiso de Suzano – Resp. Sr Iwai

15:00 hs Cia Elazama – Dança do Ventre – Resp. Profª Débora

15:30 hs Aberto para Karaokê

Serviço

Festa das Cerejeiras

01 e 02 de agosto

Horário: das 09h as 16h

Ingressos a venda no local: R$ 10

Endereço: Av. Tassaburo Yamaguchi, 2173, Vila Albertina

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste______________________________________________

assinatura BG

Padrão
luiza possi blog
Agito, Cultura

Luiza Possi em Campos do Jordão

Campos do Jordão entrou em 2015 para o calendário do Circuito Cultural Paulista. Promovido pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, o circuito leva atrações culturais gratuitas para mais de 100 cidades do estado. As atrações do circuito acontecem de março a junho e nos meses de agosto e setembro. Cada munícipio participante recebe uma atração por mês. E para dar as boas-vindas a Campos do Jordão, o Circuito Cultural Paulista promove neste final de semana um show com a cantora Luiza Possi na cidade.  Um “esquenta” de luxo para as atrações dos próximos meses.

A cantora Luiza Possi se apresenta neste sábado, dia 25 de julho, às 18h, na Praça do Gazebo. A entrada é gratuita.

Luiza Possi

No gazebo. Na faixa. Sabadão agora, às 18h.

Luiza Possi é acostumada aos palcos desde o ventre. Filha da cantora Zizi Possi, começou cedo na carreira e aos 31 anos já tem 7 álbuns gravados. Caminhando entre o pop e a MPB, Luiza Possi é bem vista pelo meio musical, o que a levou a ser auxiliar técnica do cantor Daniel no programa The Voice Brasil. Atualmente Luiza está cotada para ser jurada da versão kids do programa.

Luiza Possi e o cantor Daniel no programa The Voice Brasil.

Luiza Possi e o cantor Daniel no programa The Voice Brasil.

Em Campos do Jordão a cantora executará sucessos de sua carreira como as músicas “Dias iguais”, “Tudo Certo” e “Pra te lembrar”. Esta última sucesso em 2015 na trilha sonora da novela Sete Vidas da rede Globo.

***

SERVIÇO:

Show Luiza Possi

Local: Praça Min. Sergio Motta (Gazebo), Vila Abernéssia.

Sábado, 25 de julho de 2015

Horário: 18h

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste_______________________________________________ assinatura BG

Padrão
museu julho blog
Cultura, Passeios

Férias no museu!!!

Nem só de Capivari vive a cena cultural de Campos do Jordão. Pelo contrário, é do lado oposto da cidade, no Alto da Boa Vista que a maioria das atividades culturais de Campos acontece. Graças ao Auditório Claudio Santoro e o Museu Felícia Leirner. E este último está com uma programação especial de férias, com atividades voltadas para toda a família. Com uma grande vantagem para os bolsos dos pais em tempos de crise, todas as atividades são gratuitas.

Confira a programação do “Férias no Museu” para a segunda quinzena de julho:

ferias-no-museu2

 

“Oficina Plantio de Pequenos Jardins Urbanos”

Horário: das 15h às 16h30

Vagas: 30 pessoas

A “Oficina Plantio de Pequenos Jardins Urbanos”, que será conduzida pelo ecoeducador Cláudio Spinola, oferecerá dicas ecológicas inteligentes e criativas para o melhor aproveitamento dos quintais, que muitas vezes se encontram com pouca vitalidade e variedade de espécies vegetais e animais. A ação tem o intuito de oferecer soluções socioambientais e incentivar práticas sustentáveis cotidianas, estimulando os participantes atuarem em suas próprias realidades.

ferias 2

“Dançando a Natureza”

Data: 16, 23 e 30/7/2015

Horário: das 10h às 11h30

Vagas: 30 pessoas

Vivência de dança e movimento consciente conduzida pela dançarina Rizzi Tani, com o intuito de proporcionar reflexão sobre os elementos e sua expressão corporal. Em cada encontro, um elemento da natureza conduzirá a vivência: água, ar, terra e fogo.

ferias

“Oficina Culinária Criativa: Cozinhando ao Som das 4 Estações de Vivaldi”

Data: 21 e 28/7/2015

Horário: das 14h às 17h

Vagas: 30 crianças por oficina (+ acompanhantes para crianças menores de 6 anos)

 Em homenagem ao Festival de inverno 2015 a Oficina “Culinária Criativa: Cozinhando ao Som das 4 Estações de Vivaldi”, será conduzida pela equipe da “Comida com Vida”, onde ensinarão a criançada a comer melhor e de forma mais saudável! Serão 4 dias de aulas práticas e divertidas, baseadas nas composições de Vivaldi que abordam temas referentes às 4 estações do ano – Primavera, Verão, Outono e Inverno. Com o auxílio da música, o objetivo é estimular o desenvolvimento do paladar e o prazer pela boa alimentação, explorando a criatividade na preparação de alimentos com diferentes cores, formatos, texturas e combinações.

 ferias 3

 “Oficina de Mandalas de Tampas”

Data: 22/7/2015

Horário: das 15h às 16h30

Vagas: 25 por oficina

 A “Oficina Mandalas de Tampas” será desenvolvida pela educadora Ana Carolina Nascimento dos Santos e propõe a criação de mandalas coloridas reutilizando tampas e tampinhas descartáveis. A ação valoriza a sustentabilidade e os cuidados com o meio ambiente e estimula a criatividade através de atividades práticas e artísticas.

“Vivência Musical: Uma Experiência de Ritmo e Presença”

 Data: 17, 24 e 31/7/2015

Horário: das 15h às 16h30

Vagas: 30 pessoas

 Na vivência integrativa, conduzida pelo músico Daniel Moray, diferentes técnicas se fundirão de maneira “orgânica” trazendo, através do ritmo, divertidas descobertas e senso de unidade de grupo. Aberta ao público em geral, mesmo sem conhecimento musical prévio, trata-se de um convite para além da prática musical: os participantes irão explorar o movimento, o ritmo e a espontaneidade, expandindo o contato consigo mesmos, com os outros e com o pulsar da vida.

“Oficina de Artes Visuais – Frotagem”

 Data: 18/7/2015

Horário: das 10h às 11h30 e das 15h às 16h30

Vagas: 15 crianças + acompanhantes por oficina

 Frotagem é a imagem obtida pela fricção de lápis ou giz num papel sobreposto a uma textura. A técnica permite registrar rapidamente formas e tramas encontradas num espaço arquitetônico e combiná-las, construindo assim novas imagens. A atividade será conduzida pelo artista e educador Anderson Cavalcante Rei e irá utilizar este procedimento para proporcionar o contato visual, tátil e simbólico entre os participantes e o espaço.

“Corte, Recorte e Serigrafe”

 Data: 19/7/2015

Horário: das 10h às 11h30 e das 15h às 16h30

Vagas: 15 crianças + acompanhantes por oficina

 A atividade lúdica “Corte, Recorte e Serigrafe” foi elaborada pelo artista e educador Anderson Cavalcante Rei. Os participantes serão estimulados a trabalhar em ação colaborativa entre crianças e adultos, criando diferentes personagens pelo recorte direto de pedaços de papel que, adequadamente posicionados na tela de serigrafia, proporcionarão impressões em papel. O objetivo é apreender os fundamentos da técnica de serigrafia, compreendendo a possibilidade da multiplicação de imagens, além de ampliar o repertório visual dos participantes.

“Oficina de Brinquedos Ópticos”

 Data: 25 e 26/7/2015

Horário: das 10h às 11h30 e das 15h às 16h30

Vagas: 20 crianças + acompanhantes por oficina

 Na oficina conduzida pelo artista e educador Matheus Giavarotti, os participantes terão a oportunidade de conhecer e construir alguns brinquedos ópticos que contribuíram para o desenvolvimento do cinema e da ilusão de movimento. Poderão ser construídos taumatrópios, folioscópios e flipbooks. O objetivo é proporcionar diversão aos participantes.

“Alimentação Ecológica”

 Data: 29/7/2015

Horário: das 15h às 16h30

Vagas: 30 pessoas

 A oficina “Alimentação Ecológica”, conduzida pela ecoeducadora Ana Paula Silva, irá promover reflexões sobre a sustentabilidade e alimentação, incluindo noções sobre produção, consumo e impactos gerados pela utilização de agrotóxicos na natureza e na saúde humana.  Na parte prática, os participantes vão aprender a fazer e degustar um “bolo vivo” com ingredientes 100% naturais e saudáveis, sem açúcar, glúten, gorduras saturadas e cozimento. Uma receita deliciosa que surpreende e encantará os paladares.

 ***

SERVIÇO:

 

Local: Museu Felícia Leirner

Av. Dr. Luis Arrobas Martins, nº 1.880, Alto Boa Vista

Informações e inscrições: (12) 3662-6000

Todas as atividades são gratuitas

Obs.: O participante pode optar por contribuir com a doação de mantimentos e agasalhos, que serão encaminhados para a Obra Social Santa Clara.

 ***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste______________________________________________

assinatura BG

Padrão
museu do café blog
Comer & Beber, gastronomia, Rolê Econômico

Museu do Café em Campos do Jordão

O Museu do Café, principal instituição de preservação da memória e da cultura do café no país, estará presente em Campos do Jordão no primeiro final de semana da temporada de inverno da cidade. Em parceria com o Museu Felícia Leirner, que recebe o evento, o Museu do Café irá realizar atividades culturais gratuitas sobre o universo do café.

Museu do café

Uma contação de história musicada sobre o ciclo do café, um workshop de barismo (a arte de preparar e servir café) e uma dinâmica de harmonização com cafés especiais e chocolates, compõem a programação do evento. As atividades acontecem nos dias 04 e 05 de julho. Confira abaixo a programação.

Museu do Café

***

Informações e inscrições prévias: (12) 3662-6000 ou (13) 3213-1751

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste______________________________________________

assinatura BG

Padrão
pinhão pinhão blog
Comer & Beber, gastronomia

Pinhão: Um super aliado da saúde

Existe uma dica que é praticamente um consenso entre nutricionistas: para ter uma alimentação saudável aposte em alimentos sazonais. Eles são mais frescos, nutritivos e baratos.Se forem produzidos localmente, melhor ainda. Mas o que dizer então, se o alimento em questão for produzido pela própria natureza, sem intervenção do homem? Ih, daí os nutricionistas piram, e recomendam, “pode comer, vai, se joga!”. Lembrou do pinhão? Pois é, nós também. E fomos pesquisar quais as vantagens nutricionais do pinhão. Quer saber o que descobrimos? Além de delicioso, o pinhão também é excelente para a saúde.

Pinhão faz bem para a saúde

Saiba tudo sobre a origem do pinhão e sua relação com Campos do Jordão. Clique aqui.

Saiba tudo sobre a origem do pinhão e sua relação com Campos do Jordão. Clique aqui.

Pinhão faz bem para o coração, para o intestino, para os ossos, para controlar o colesterol, para prevenir anemia, para os olhos, para retardar o envelhecimento, para te dar energia e até mesmo para te ajudar a perder peso.

O pinhão é um alimento rico em diversos nutrientes importantes para a saúde. Uma porção de 100 g é abundante em proteínas, potássio, cálcio, ferro,zinco, fósforo e vitaminas A, B1 e C.

Para o coração

O potássio presente no pinhão é um vasodilatador e contribui para o aumento do diâmetro das artérias. Assim o sangue passa a circular com mais facilidade no organismo, reduzindo, dessa forma, a pressão arterial. Além disso, por possuir boa quantidade de gorduras monoinsaturadas, que são as gorduras boas para diminuir o colesterol. O que ajuda a evitar doenças cardiovasculares.

Para o intestino e controle do colesterol

As fibras do pinhão são aliadas do funcionamento saudável do intestino. Essa característica nutricional contribui para o controle do colesterol, auxiliando na eliminação dos sais biliares (substâncias produzidas por meio do colesterol e utilizadas na digestão das gorduras).

Para os ossos

Consumido em quantidade adequada o pinhão é excelente para o fortalecimento dos ossos, já que é uma semente extremamente rica em mineirais como cálcio e fósforo.

Para prevenir anemia

No pinhão reside uma dupla infalível no combate à anemia. Ferro e cobre. O ferro é um mineral que previne anemias e gera energia ao organismo e o cobre ajuda na absorção do ferro. Um “casamento” perfeito e super saudável.

Para os olhos e para combater o envelhecimento precoce

O pinhão é rico em antioxidantes, que ajudam a diminuir o envelhecimento precoce. E entre os oxidantes presentes na semente encontra-se a luteína, que é primordial para a saúde dos olhos, pois diminui os riscos de doenças como a catarata.

Para te dar um gás pro dia a dia e evitar doenças

O pinhão é rico em carboidratos do tipo complexo. Ou seja, do tipo que estimula o equilíbrio intestinal, recuperando a flora bacteriana e melhorando o sistema imunológico. E por ser rico em calorias garante energia de sobra para as atividades do dia a dia.

Para perder peso

Os carboidratos do tipo complexo, presentes no pinhão, dão sensação de saciedade. E um outro benefício do pinhão que anima os adeptos da boa forma é que a semente é um agente de liberação do ácido linoleico. Esse ácido age como supressor da fome e libera um hormônio chamado colecistoquinina, que ajuda a diminuir a vontade de comer.

Dica fit

Mas fique atento. A ingestão recomendada é de 100g por dia. Algo como 10 pinhões, estourando heim! Por isso os nutricionistas costumam recomendar que o pinhão seja consumido como lanche, entre refeições, e principalmente no fim da tarde, para ajudar a controlar a fome que é mais comum no período da noite. Outra boa opção é utilizá-lo como farofa em saladas.

Preparo

Não consuma cru. A recomendação dos nutricionistas é que o pinhão seja cozido em uma panela de pressão com um pouco de água até cobrir todas sementes, à fogo médio, entre 30 e 40 minutos. Depois, é só retirar a casca e comer. Ah, e consumir o pinhão como farinha também é recomendável. Uma boa alternativa para o preparo de massas, com a vantagem da semente não possuir glúten.

***

Saiba mais em:

Confira as dicas da nutricionista Karin Honorato para o Portal G1 da Globo MG. Clique na imagem para assistir.

Confira as dicas da nutricionista Karin Honorato para o Portal G1 da Globo MG. Clique na imagem para assistir.

fontes: Revista Viva Saúde e G1

***

 OFERECIMENTO

Logo BG 30 Anos

***

Padrão
festivall blog
Cultura

46º Festival de Inverno de Campos do Jordão

O Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, o maior evento de música erudita da América Latina, e que este acontece de 4 de julho a 2 de agosto, divulgou a sua programação para 2015. Grandes solistas, grupos de Câmara e Orquestras, se apresentarão na cidade. E os ingressos dos espetáculos pagos já estão a venda. Mas se a crise financeira também já chegou aos seus bolsos, não se preocupe, pois mais da metade dos espetáculos serão gratuitos.

A Praça de Capivari mais uma vez será o principal palco dos concertos gratuitos.

Sem crise – A Praça de Capivari mais uma vez será o principal palco dos concertos gratuitos.

Tudo nosso!

O Festival de Inverno de Campos do Jordão chega a sua 46ª edição ainda mais democrático. Dos 70 espetáculos deste ano, 45 serão gratuitos. As apresentações gratuitas acontecem na Capela do Palácio do Governo, no Espaço Cultural Dr. Além, na Igreja de Santa Terezinha, na Praça do Capivari e na Sala do Coro da Sala São Paulo (Capital).

Concerto ao cair da noite. Campos do Jordão - SP.

Concerto ao cair da noite. Campos do Jordão – SP.

Grande Palco

Já o Auditório Claudio Santoro recebe as grandes estrelas do festival em apresentações pagas. A Orquestra do Festival, regida por Sian Edwards, Marin Alsop e Eiji Oue, dividirá o palco durante todo o mês de julho com artistas especialmente convidados. Entre eles estão: Brodsky Quartet (quarteto de cordas residente do Festival), Antonio Meneses (com a Filarmônica de Goiás), Duo Assad (violões), Orquestra Sinfônica Heliópolis (com Isaac Karabtchesky) e a Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal.

Auditório Claudio Santoro. Campos do Jordão - SP.

Auditório Claudio Santoro. Campos do Jordão – SP.

Ingressos

Os ingressos para os concertos já estão à venda e podem ser comprados no site do Ingresso Rápido ou pelo telefone 4003-1212 (opção 2) Ingresso Rápido.

Quem preferir comprar pessoalmente encontrará os ingressos nas Bilheterias da Sala São Paulo (Capital) e nos pontos de venda do Ingresso Rápido. Na Bilheteria do Auditório Cláudio Santoro os ingressos serão vendidos em dias de concerto, das 14h até o início das apresentações. Na Praça de Capivari estarão à venda a partir de 27 de junho, diariamente das 10h às 20h.

Clique na imagem para ouvir uma entrevista de Arthur Nestrovski (diretor artístico da Osesp e do Festival) para a Rádio Estadão. Na entrevista você fica sabendo um pouco mais sobre a história do Festival de Inverno de Campos do Jordão, sua importância para a música erudita no Brasil e quais serão os destaques da programação artística desta edição.

Clique na imagem para ouvir uma entrevista de Arthur Nestrovski (diretor artístico da Osesp e do Festival) para a Rádio Estadão. Na entrevista você fica sabendo um pouco mais sobre a história do Festival de Inverno de Campos do Jordão, sua importância para a música erudita no Brasil e quais serão os destaques da programação artística desta edição.

Confira a abaixo alguns destaques do festival:

Solistas

Antonio Meneses (violoncelo) do Brasil; Anna Serova (viola) da Rússia; e Luiz Fílip (violino) do Brasil/Filarmônica de Berlim.

 Música de Câmara

 Quarteto Brodsky de Londres; Cavatina Duo de Chicado e Duo Assad do Brasil.

Orquestras

 Orquestra do Festival; OSESP; Orquestra Sinfônica de Heliópolis.

Regentes

Marin Alsop dos Estados Unidos, Eiji Oue do Japão e Sian Edwards.

Para a programação completa do festival de inverno de Campos do Jordão, clique aqui.

***

Para mais informações:

www.festivalcamposdojordao.org.br

facebook.com/festivalcamposdojordao

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste______________________________________________

assinatura BG

Padrão
Participe da ação colaborativa "Sem Água Não Dá"
Cultura, Notícias

Meio ambiente é a estrela do mês de maio no Felícia Leirner

Hoje o blog vai de dica cultural. O museu Felícia Leirner desde as comemorações do aniversário de Campos do Jordão está com uma programação recheada de atrações com foco no meio ambiente. Vale muito a pena prestigiá-las.

 Confira abaixo a programação dessa segunda quinzena do mês de maio. Tudo grátis! =D

Imagem meramente ilustrativa.

Solidariedade – Em todas as atividades do museu, os participantes podem optar por contribuir com a doação de mantimentos e agasalhos, que serão encaminhados para a Obra Social Santa Clara.

Encontros com Arte – Colagem & Encaixes

Data: 16/5/2015

Horário: das 14h às 18h

Entre os meses de maio e junho, o Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro recebem em seu espaço mais uma atração do “Encontros com Arte”. A ação “COLAGEM/ENCAIXES” é uma proposta de intervenção artística multimidiática que pressupõe a participação do público na sua construção, permitindo o estabelecimento de relações entre palavras, imagens, lugar e público. A atividade se divide em dois módulos que acontecerão em espaços distintos do Museu, buscando aprofundar as relações entre arte e meio ambiente. Elas permanecerão no Museu até junho.

ImageProxy

Confira a programação

 “13ª SEMANA DOS MUSEUS”

Com o Tema “Museus para uma Sociedade Sustentável”

De 19 a 24/5/2015

 Workshop “Horta em Vaso”

Data: 19/5/2015

Horário: das 9h30 às 11h30 e das 14h30 às 16h30

O workshop “Horta em Vaso”, realizado pela educadora Simone Navas, no Museu e Auditório, em 19 de maio, é direcionado ao público infantil. Os participantes serão estimulados a montar uma pequena horta caseira, interagindo com plantas medicinais, temperos e terra, montando vasos que poderão ser levados embora no final da oficina.

Oficina “Recursos Lúdicos como Ferramentas para a Educação Ambiental”

Data: 20 e 21/5/2015

Horário: das 18h às 21h30

Informações e inscrições: Secretaria Municipal de Educação de Campos do Jordão: (12) 3668-9050

O Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Campos do Jordão, oferecem a oficina “Recursos Lúdicos como Ferramentas para a Educação Ambiental”, com a educadora Ambiental Ana Carolina Nascimento. Realizada das 18h às 21h30, a ação é direcionada para professores e educadores, propondo uma abordagem lúdica do tema meio ambiente, visando à atuação em contexto escolar e educativo. No encontro, que envolverá teoria e prática, haverá contação de histórias, possibilitando a discussão do tema e a confecção de elementos para a prática dessa didática em sala de aula. Será oferecido certificado de conclusão da oficina.

“Passeios de Reconhecimento”

Data: de 20 e 21/5/2015

Horário: das 9h30 às 11h e das 14h30 às 16h

Para analisar e refletir sobre a harmonia da natureza com as obras de Felícia Leirner, será elaborado um trajeto nas áreas de maior concentração de natureza do Museu, visando contemplar espécies naturais e outros aspectos. A dinâmica vai oferecer aos participantes uma caminhadas às cegas para explorar e sentir os batimentos do coração das árvores.

Debate “Cadê Nossa Água?”

Data: 22/5/2015

Horário: das 14h ás 17h

No processo participativo, conduzido pela estudiosa Simone Navas e convidados, realizado pelo Museu e Auditório, os participantes serão divididos e organizados em diversas mesas para debate do tema. A atividade prevê a possibilidade do diálogo e imersão de uma inteligência coletiva sobre o assunto tão polêmico e atual:  a falta de água.

11174973_888385084538645_4131483257183778184_n

Participe da ação colaborativa “Sem Água Não Dá”

Oficina “Como Fazer uma Composteira Doméstica”

Data: 23/5/2015

Horário: das 14h às 16h

Na oficina, a educadora e bióloga Débora Morato (viveirista especializada em agricultura orgânica e educação ambiental no Projeto de Jardinagem Infantil Dedinho Verde) apresentará o passo a passo da montagem de uma composteira doméstica, abordando a importância da agricultura orgânica, da reciclagem, da compostagem e agentes decompositores, além de apresentar os diferentes tipos de adubos orgânicos e a sua utilização.

“Sem Água Não Dá”

Período: de 24/4 a 24/5/2015

Durante o mês de maio, os internautas poderão enviar para o email contato@museufelicialeirner.org.br vídeos de até um minuto com “dicas” de como economizar água. Os materiais serão selecionados de forma colaborativa pela equipe do Museu e Auditório e deverão ser viáveis e ter veracidade das informações. Os escolhidos serão postados na página do Facebook e demais meios de divulgação via internet, como o Youtube, e também poderão ser exibidos em atividades elaboradas pelo Museu. No dia 24 de maio, para o encerramento da Semana dos Museus, será instalado um telão para que os vídeos sejam exibidos aos visitantes das instituições.

Oficina “Sementes do Bem”

Data: 23/5/2015

Horário: das 8h ás 12h

O Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro, a fim de reduzir os seus impactos no meio ambiente, realizou um inventário de emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) de suas atividades. Com o objetivo de fazer parte do Programa Carbon Free, da Iniciativa Verde, a proposta é compensar as emissões de GEE. O projeto consiste em duas etapas: a produção do Inventário, já finalizada, e a determinação do número de árvores necessárias para absorver essa quantidade de resíduos na atmosfera, e a implementação do restauro florestal para compensar essas emissões e promover uma série de benefícios ambientais e sociais (conservação da biodiversidade brasileira, conexão de fragmentos florestais, conscientização da sociedade, mudança de comportamento no ambiente corporativo, etc). Na ação, que tem parceria com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Campos do Jordão, será realizado o plantio de 211 mudas de árvores e plantas nativas no entorno das instituições

“Série Chorinho no Museu – Chorões do Vale”

Data: 24/5/2015

Horário: 11h às 12h30

No dia 24 de maio, o Museu Felícia Leirner e Auditório Claudio Santoro realizam mais uma apresentação da “Série Chorinho no Museu”. Formado em 2004, os Chorões do Vale apresentarão um repertório focado nos principais nomes do estilo: Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo, Ernesto Neto, Pixinguinha, etc. Conhecidos na região, o grupo é formado por Nico Ferreira (violão 7 cordas), Rogério Garapiran (Bandolim), Luiz Paulo Muricy (Cavaquinho) e Chiquinho da Cruz (Pandeiro). A Série tem como objetivo incentivar os músicos do interior do Estado e aproximar o público da Região do Vale do Paraíba e da Serra da Mantiqueira do Museu e Auditório.

***

SERVIÇO:

Local: Museu Felícia Leirner  -Av. Dr. Luis Arrobas Martins, nº 1.880

Informações e inscrições prévias: (12) 3662-6000

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste_______________________________________________

assinatura BG

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Padrão