cinema
Cultura, História

Cinema em Campos do Jordão

Campos do Jordão não tem cinema. Certo?! Errado, mas muita gente da cidade pensa assim. Só que Campos do Jordão tem cinema sim, e desde 1943. Trata-se de um bonito prédio que hoje atende pelo nome de Espaço Cultural Dr. Além, mas que antigamente atendia pelo nome de Cine Glória.

Espaço Cultural Dr Além, o antigo Cine Glória.

A Sala – Espaço Cultural Dr Além, o antigo Cine Glória.

Localizado no centro da Vila Abernéssia, o Cine Glória durante vários anos foi o principal ponto de encontro da sociedade jordanense. Como todo bom cinema serviu de janela para o mundo para muitas pessoas e foi testemunha de muitos primeiros beijos. Mas infelizmente nas últimas três décadas perdeu sua “glória”. Os tempos áureos dos anos 50 e 60 ficaram pra trás e como todo mercado cinematográfico brasileiro, o cinema de Campos minguou ao final dos anos 80 e início dos anos 90 por conta da recessão econômica da época. THE END!

Cine Glória - Detalhe para o filme em exibição em meados dos anos 50. "Por Quem os Sinos Dobram", uma adaptação do romance homonimo de Ernest Hemingway, estrelada pelo Brad Pitt da época, Gary Cooper .

Cine Glória – Detalhe para o filme em exibição em meados dos anos 50. “Por Quem os Sinos Dobram”, uma adaptação do romance homônimo de Ernest Hemingway, estrelada pelo Brad Pitt da época, Gary Cooper .

A Retomada do Cinema em Campos do Jordão

Avançamos para o século XXI e a sinopse é essa, muitos jovens falam de boca cheia: “Campos do Jordão não tem cinema”. O hiato de 30 anos fez com que toda uma geração crescesse sem considerar uma ida ao cinema como um programa de lazer na cidade. Mas justiça seja feita, vez ou outra, nesse meio tempo, houveram tentativas de retomar as atividades do Cine Glória. Até mesmo com títulos comerciais. O blogueiro que escreve esse post aos 10 anos dormiu durante uma sessão de Street Fighter em 1995, e três anos depois, em 1998 aos 13 anos, assistiu Titanic. Mas as tentativas de viabilizar novamente o cinema da cidade em sua maioria foram frustradas. A sala deteriorada e os projetores antigos não ajudavam.

cineclube araucária

Foi preciso o avanço da tecnologia para o cinema renascer em Campos. E o herói dessa história tem nome e sobrenome: Cineclube Araucária. O Cineclube Araucária é obra de um grupo de amigos que se reuniu em 2011 e começou a promover exibições de filmes premiados e cultuados pela crítica. Desde então restaurantes, hotéis, pousadas e salas de centros culturais da cidade passaram a receber sessões de filmes e debates promovidos pelo grupo.

Tela pequena, sonho grande - Primeira sessão do Cineclube Araucária exibida no antigo Cine Glória. Na ocasião foi exibido o filme HOME – NOSSO PLANETA, NOSSA CASA, de Yann Arthus-Bertrand.

Tela pequena, sonho grande – Primeira sessão do Cineclube Araucária exibida no antigo Cine Glória. Junho de 2011. Na ocasião foi exibido o filme HOME – NOSSO PLANETA, NOSSA CASA, de Yann Arthus-Bertrand.

Tudo graças à tecnologias como o dvd e o blu-ray, e projetores modernos, bem mais baratos que os tradicionais projetores de rolo. Assim os idealizadores do cineclube conseguiram adquirir muitos filmes, bem como exibi-los. O que deu início a formação de um novo público interessado em cinema na cidade.

Foi lá na Amazônia que o cineclube de Campos nasceu

aaa

Amor pelo cinema – O produtor cultural Cervantes Souto Sobrinho, idealizador do Cineclube Araucária.

O que começou como uma reunião de amigos ganhou corpo. O Cineclube Araucária nos últimos dois anos começou a pautar boa parte das atrações culturais de Campos do Jordão, tornando-se um importante player cultural da cidade.

E esse prestígio se deve, sobretudo, ao produtor cultural Cervantes Souto Sobrinho e sua crença no cinema enquanto ferramenta de transformação social e cultural.

Fã de cinema desde a infância em Lins, sua cidade natal, o jordanense de coração decidiu se mexer para criar o cineclube Araucária após um encontro com realizadores durante a terceira edição do Amazonas Film Festival, evento produzido pela sua produtora, a PG Music Produções Culturais.

Inspiração - Foi no Amazonas Fil Festival que surgiu a ideia do Cineclube Araucária. Na foto: O histórico Teatro Amazonas.

Inspiração – Foi no Amazonas Film Festival que surgiu a ideia do Cineclube Araucária. Na foto: O histórico Teatro Amazonas.

Foi no evento em Manaus, em 2006, num hotel à margem do Rio Amazonas, durante uma conversa informal com colegas do mercado cinematográfico que Cervantes foi provocado: Como podia um amante do cinema como ele viver em Campos do Jordão, uma cidade que não tinha sequer uma sala de cinema. Mas o produtor cultural respondeu seus interlocutores com uma nova provocação: que pecado uma cidade que já foi cenário de importantes produções como Floradas na Serra, por exemplo, e que recebe o maior festival de música erudita da América Latina, não ter um espaço para a difusão da produção audiovisual. E da conversa saiu com a ideia de criar um cineclube em Campos, e com a promessa do apoio de vários atores, diretores e de um representante de uma grande distribuidora brasileira de filmes, para viabilizar o projeto.

Você acredita em arte?

Porque trabalhar com arte/cultura pede um bocado de fé.

Desafiador – Porque trabalhar com arte/cultura pede um bocado de fé.

A série Sense 8, da plataforma online Netflix, traz no quinto episódio um diálogo interessante entre dois personagens que interpretam atores de um filme B. Numa pausa entre a gravação do filme fictício, durante um bate papo sobre carreira, o personagem que interpreta o vilão do filme fala para o ator que interpreta o mocinho, “A arte é como a religião. Para os fiéis de uma religião, a religião é tudo. Para quem não acredita nela, é só um monte de besteira. O mesmo acontece com a arte”.

A reflexão acima talvez explique o empenho que resultou no sucesso do cineclube Araucária. Cervantes é do time que acredita em arte. O produtor moveu e move até hoje mundos e fundos pelo cinema.

Desbravador - A batalha do moinho de vento de Dom Quixote está para o produtor cultural Cervantes Souto Sobrinho, como sua batalha para emplacar o Cineclube Araucária em Campos do Jordão.

Desbravador – A batalha do moinho de vento de Dom Quixote está para o produtor cultural Cervantes Souto Sobrinho, como sua própria batalha para emplacar o Cineclube Araucária em Campos do Jordão.

Ação: Um Dom Quixote à serviço do cinema

Como Dom Quixote, personagem mais famoso do escritor que inspirou seu nome, Cervantes é imaginação à flor da pele. Com uma postura à la Walt Disney, “Seu eu posso sonhar, posso realizar”, Cervantes encampou uma batalha obstinada frente ao seu “moinho de vento”: fundar e fazer o Cineclube Araucária decolar.

Formar público e levar o Cinema de volta ao antigo Cine Glória parecia uma missão fadada ao fracasso. Igual Dom Quixote caindo do cavalo ao ser atingido pela hélice do moinho de vento que ele jurava ser um gigante cruel.

Coisas mágicas acontecem - Realizadores são assim.  Enxergam e compreendem realidades que a maioria não consegue.

Coisas mágicas acontecem – Realizadores são assim. Enxergam e compreendem realidades que a maioria não consegue.

Mas como o próprio Dom Quixote ensina ao seu fiel escudeiro, Sancho Pança, quando este o questiona se estava louco, pois não viu que se tratava de um moinho e não um gigante: o ataque ao moinho não foi loucura. O mago Frestão transformara os moinhos em gigantes e pouco tempo depois a magia se desfez. Mas não a tempo de Dom Quixote conseguir frear seu ataque e evitar ser derrubado pelo moinho. Dom Quixote não acreditava que aquele moinho agora a sua frente era um gigante, mas acreditava nos poderes do mago Frestão. Dom Quixote acreditava na magia. E uma batalha imaginária valia tanto a pena como uma real. Porque magia é real.

O produtor cultural Cervantes também acredita em magia, principalmente na magia do cinema. E acreditava que a batalha pelo cineclube valia a pena. O cineclube já era real mesmo quando ainda estava apenas na sua cabeça. Mas diferente de Dom Quixote, Cervantes venceu a batalha.

Conquistas - O orgulho estampado no sorriso de um voluntário da arte do Cinema.

Vencedor - O orgulho estampado no sorriso de um voluntário da arte do Cinema.

O legado ou o Glorioso retorno do Cine Glória

Quatro anos depois de sua fundação, o Cineclube Araucária já tem uma história de conquistas que é rara entre cineclubes. Graças a gestão cultural eficiente e certeira de Cervantes.

cine novo logo

Nos dois últimos anos o cineclube foi contemplado em programas de incentivo à cultura como o PROAC, e firmou parcerias com instituições como Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Campos do Jordão; a AME Campos; a Secretaria de Cultura de Campos do Jordão, a Oficina de Artes Rosina Pagan, entre outros parceiros da iniciativa privada.

O resultado: O antigo Cine Glória ganhou poltronas novas e um projetor moderno. O antigo mezanino, uma área vip conhecida como “Pulmann” nos tempos áureos do cinema, ganhou uma biblioteca de Cinema decorada com pôsteres de filmes clássicos e cults e que disponibiliza centenas de obras sobre a sétima arte, bem como romances que inspiraram filmes célebres.

Sonho realizado -  A Biblioteca de Cinema de Campos do Jordão.

Sonho realizado – A Biblioteca de Cinema de Campos do Jordão.

Confortáveis poltronas que evocam o estilo art-deco, da época de ouro do cinema, acomodam os leitores da biblioteca, que divide o segundo andar do cinema com o Memorial do Cine Glória, um museu com projetores antigos, bombonieres restauradas, máquinas registradoras dos caixas, entre outros equipamentos que contam a história do cinema de Campos do Jordão.

filmes

Memorial do Cine Glória - O projetor original do cinema, tendo ao fundo os grandes carretéis que permitiam a projeção sem interrupções.

Mas não para por aí, a iniciativa do Cineclube também deu origem a Oficina de Cinema, um projeto de formação audiovisual que funciona na Escola Estadual Vila Albertina e que atualmente conta com 48 alunos.

1º Festival Curta Campos do Jordão que acontecerá entre os dias 11 e 13 de dezembro, no Espaço Cultural Dr. Além (antigo Cine Glória de Campos do Jordão).

Futuros Amantes do Cinema - Grupo de alunos finalizando um curta inscrito no  “1º Festival Curta Campos do Jordão” que acontecerá entre os dias 11 e 13 de dezembro, no Espaço Cultural Dr. Além (antigo Cine Glória de Campos do Jordão).

Epílogo

Assim o cinema retornou ao cotidiano de Campos do Jordão. E o antigo Cine Glória voltou a fazer jus ao seu nome original. Desde 2011 a obra de mestres como Orson Welles, Glauber Rocha, Eduardo Coutinho, Alfred Hitchcock, Pedro Almodóvar, Tim Burton, Quentin Tarantino, Stanley Kubrick, e de dezenas de outros grandes diretores (a lista é grande), voltaram a brilhar no escurinho do Cine Glória, que também passou a receber a itinerância da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

Criador e Criatura - Cervantes na Biblioteca de Cinema.

Criador e Criatura – Cervantes na Biblioteca de Cinema.

Hoje o antigo Cine Glória, atual Espaço Cultural Dr. Além, com a curadoria exemplar do Cineclube Araucária, a Biblioteca de Cinema e o Memorial já figura para quem gosta de cultura como um ponto turístico obrigatório em Campos do Jordão. Um “THE END”, ou seja um “FIM” à altura do que o Cine Glória e o trabalho de Cervantes merecem.

Campos do Jordão e o Cinema agradecem ;D Corta!

theend

***

Onde fica?

Espaço Cultural Dr. Além ( Cine Glória)

Av. Dr. Januário Miraglia, 1582

A Biblioteca de Cinema funciona regularmente de segunda a sexta, das 9 às 17 horas. E também nas noites que ocorrem sessões de filmes, das 19h30 às 21h30.

www.cineclubearaucaria.org

facebook.com/cineclube.araucaria

***

OFERECIMENTO

cabeçalho wordpress

***

Padrão
gincana história
Cultura, História

Viva nossa história!

O blog do Boulevard Geneve desde o início de suas atividades sempre primou por lançar um novo olhar sobre os principais programas e roteiros turísticos de Campos do Jordão. E contar um pouco da história de cada ponto turístico e evento faz parte desse trabalho. Acreditamos que resgatar as origens é importante para validar e valorizar ainda mais os atrativos naturais e culturais de Campos. Por isso ficamos bastante felizes ao nos deparar com o projeto “Campos do Jordão – Viva Nossa História”.

história BG capa

Aproveite e conheça a história do Boulevard Geneve, clique aqui.

Campos do Jordão – Viva Nossa História”, é uma gincana estudantil que será realizada na segunda semana de setembro, com a participação de alunos da rede pública de ensino da cidade. Promovida pelas secretarias de Cultura e Educação, a gincana visa estimular o estudo e as pesquisas sobre a cultura local, com objetivo de manter viva a história de Campos do Jordão.

Quiz Show

Com um formato de jogo de perguntas e respostas, ao modelo dos programas de TV, na gincana as escolas irão desafiar umas às outras para saber quem sabe mais sobre a nossa História.  As gincanas começam no dia 08 de setembro, quando participam as escolas Nicola Padula e Anísio Teixeira. No dia 09 participam Tancredo Neves e Irene Lopes Sodré. Nno dia 10, fechando a primeira fase dos jogos, é a vez de Laurinda da Matta e Lucilla Florence Cerqueira.

Os jogos serão disputados no Espaço Cultural Dr.Além, sempre às 13:30h, e a entrada é aberta ao público que quiser assistir, torcer e aprender com os alunos.

A gincana irá até dezembro e além das gincanas, ao final da mesma também será realizada a entrega do Prêmio “Guardião da Memória e da Cultura de Campos do Jordão”, que será entregue a grandes personagens de nossa Cidade que continuam vivendo e contando os grandes momentos de nossa História.

Gincana

#FICAADICA

Vale a pena prestigiar esse projeto de valorização da nossa cultura e história. E quem quiser ir além, os arquivos dos sites abaixo são verdadeiros baús de nostalgia e riqueza histórica. É só se jogar no conhecimento!

www.pedropaulofilho.com.br

www.camposdojordaocultura.com.br

boulevardgeneve.com.br/blog/ (busque nos nossos arquivos)

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste______________________________________________

assinatura BG

Padrão
cápsula conteúdo blog
Cultura, História

Revelado o conteúdo da Cápsula do Tempo

Uma Cápsula do Tempo foi encontrada no mês de abril na Vila Jaguaribe, em Campos do Jordão. O artefato foi encontrado por operários que trabalhavam na restauração da obra “O Centenário”, da artista Felícia Leirner, localizada em frente a Igreja Nossa Sra. Da Saúde.

cápsula do tempo

Entenda o caso, clique aqui.

Na ocasião da descoberta foram chamados historiadores e pesquisadores que identificaram a cápsula como um feito do artista plástico  Camargo Freire, que a enterrou durante as comemorações do centenário de Campos do Jordão em 1974. No entanto o local no qual ele havia depositado a cápsula era incerto, até a manhã do dia 14 de abril de 2015 quando o operário Maximiler Gonçalves, encontrou a cápsula enterrada aos pés da escultura na qual trabalhava no restauro.

A descoberta gerou curiosidade e diversas expectativas na comunidade jordanense e turistas, principalmente sobre o que haveria dentro da Cápsula do Tempo.

Testemunha da História - O professor e pesquisador Antônio Fernando Costella foi um dos responsáveis pela abertura e identificação dos documentos da cápsula do tempo.

Testemunha da História – O professor e pesquisador Antônio Fernando Costella foi um dos responsáveis pela abertura e identificação dos documentos da cápsula do tempo.

E o conteúdo da Cápsula do Tempo foi revelado na reinauguração da escultura “O Centenário”, durante os festejos do 141º Aniversário de Campos do Jordão, em 29 de abril.

A cápsula do tempo tem um formato cilíndrico, é de cobre e  mede cerca de 40 cm. Historiadores levaram aproximadamente 8 horas para abri-la, um trabalho cuidadoso para não danificá-la, dadas as condições em que o conteúdo se encontrava.

O professor Antônio Fernando Costella apresentou os documentos históricos para o público.

O professor Antônio Fernando Costella apresentou os documentos históricos para o público.

O conteúdo da cápsula do tempo consiste em:

1 – Dois catálogos alusivos às festividades do Centenário de Campos do Jordão.

2 – Uma Ata redigida pela Prefeitura Municipal da “Celebração das solenidades ao I Centenário da Cidade de Campos do Jordão” e assinada pelas autoridades da época, como o prefeito José Antonio Padovan.

3 – 08 páginas do jornal ‘Agora‘, de São José dos Campos, com matérias sobre Campos do Jordão do dia 28 de abril de 1974.

O público quis conferir de pertinho o presente histórico deixado pelo artista Camargo Freire.

O público pôde conferir de pertinho o presente histórico deixado pelo artista Camargo Freire.

Todo o material histórico agora está exposto para visitação no Espaço Cultural Dr. Além, que fica na Avenida Doutor Januário Miraglia, 1582, Vila Abernéssia. O horário de visitação é das 10h às17h. Grátis.

bônus: E a escultura “O Centenário”, da artista Felícia Leirner, ficou assim depois da restauração.

Autoridades durante a reinauguração da escultura "O Centenário", da artista Felícia Leirner.

Autoridades durante a reinauguração da escultura “O Centenário”, da artista Felícia Leirner.

Escultura "O Centenário". Artista: Felícia Leirner.  1974

Escultura “O Centenário”. Artista: Felícia Leirner. 1974. Campos do Jordão – SP.

***

Fonte e fotos: Prefeitura Municipal de Campos do Jordão.

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste______________________________________________

assinatura BG

Padrão
cápsula do tempo
Cultura, História

Cápsula do Tempo é encontrada em Campos do Jordão

Trabalhadores encontraram uma cápsula do tempo durante a reforma da escultura “O Centenário”, da artista Felícia Leirner, localizada em frente da Igreja Nossa Senhora da Saúde, em Campos do Jordão. Pesquisadores, até o momento, tem atribuído a cápsula ao pintor Expedito Camargo Freire (1908-1991).

A escultura que está sendo restaurada.

A escultura que está sendo restaurada.

Segundo o curador do museu da Casa da Xilogravura, o professor Antônio Fernando Costella, a existência da cápsula do tempo já era sabida, o que não se sabia era o local onde ela havia sido enterrada. O pintor Expedito Camargo Freire provavelmente a depositou aos “pés” da escultura na ocasião das comemorações dos 100 anos de Campos do Jordão, em 1974.

A descoberta

Na última terça-feira, dia 14 de abril, durante os trabalhos de restauro da peça ‘O Centenário”, de Felícia Leirner, na Vila Jaguaribe, um dos operários responsáveis pela passagem da fiação elétrica deparou-se com um artefato de ferro, medindo aproximadamente 30cm. Então foi chamada a Secretaria Municipal de Cultura que recolheu o artefato e o identificou como uma cápsula do tempo.

A Pedra do Baú vista de Campos do Jordão, por Camargo Freire.

A Pedra do Baú vista de Campos do Jordão, por Camargo Freire.

O que tem dentro?!

O conteúdo da cápsula do tempo não foi revelado, mas especula-se que a cápsula guarda documentos e desenhos originais feitos pelo consagrado professor Camargo Freire, considerado o pintor que melhor registrou as paisagens de Campos do Jordão. Mas certeza mesmo os cidadãos e turistas de Campos do Jordão só poderão ter no próximo dia 29 de abril, quando o conteúdo da cápsula do tempo será revelado para todos durantes as comemorações do aniversário da cidade.

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste_______________________________________________

assinatura BG

Padrão
30 ANOS 30 MOMENTOS BLOG
Boulevard Geneve 30 Anos, Cultura, História

Exposição “30 Anos 30 Momentos”

O Boulevard Geneve, o badalado complexo de lojas localizado no centrinho de Campos do Jordão, famoso pela arquitetura europeia, completou 30 anos em 2015. E em comemoração foi inaugurada na Páscoa a exposição “Boulevard Geneve 30 Anos 30 Momentos”.

A exposição “Boulevard Geneve 30 Anos 30 Momentos” conta um pouco da história do turismo de Campos do Jordão por meio de 30 recortes históricos do Boulevard Geneve. O prédio é considerado um marco da história da cidade por ser um símbolo da transição de Campos do Jordão de estância terapêutica e climática para um dos destinos turísticos mais procurados do Brasil. O principal motivo desse prestígio é a beleza da construção, que se destaca pelo cuidado paisagístico, a torre em estilo medieval e a arquitetura que remete a simpáticas vilas europeias.

Boulevard Geneve - Campos do Jordão

Boulevard Geneve – Campos do Jordão

A linha do tempo da exposição conduz os visitantes por um passeio pela história do prédio, algo que se confunde com a própria história recente de Campos do Jordão. Quem assina a curadoria da exposição é Caroline Formenton, filha do fundador do Boulevard Geneve, e hoje administradora do prédio. Já a bonita arte de “Boulevard Geneve 30 Anos 30 Momentos” é de Wagner Rosa e imita o desenho da arquitetura do prédio homenageado, cujo estilo é o enxaimel, uma arquitetura medieval bastante comum na Alemanha.

O Boulevard Geneve é a casa do Baden Baden, o restaurante que deu origem a cerveja Baden Baden. Não tem como visitar um sem olhar para o outro. Aliás, já tinha reparado no BG lá de cima da fachada? ;)

O Boulevard Geneve é a casa do Baden Baden, o restaurante que deu origem a cerveja Baden Baden. Não tem como visitar um sem olhar para o outro. Aliás, já tinha reparado no BG lá de cima da fachada? ;)

A exposição “Boulevard Geneve 30 Anos 30 Momentos” vai até o final de 2015 e está exposta no segundo andar do Geneve Plaza, a galeria de lojas coberta do Boulevard Geneve. Então, fica a dica, confira a exposição na sua próxima viagem a Campos do Jordão e conheça a história do Boulevard Geneve, um lugar que é mais que apenas um prédio, um shopping ou uma rua. Um lugar que é tudo isso, mas que também é ponto de encontro, ponto turístico e há quem chame simplesmente de Campos do Jordão (que elogio, heim!).  Ou seja, um bom lugar onde pessoas do Brasil e do mundo inteiro se encontram quando visitam Campos do Jordão.

***

Endereço: Rua Djalma Forjaz, 103, Vila Capivari.

A partir de 03 de abril.

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste______________________________________________

assinatura BG

Padrão
FILME BLOG 2
Boulevard Geneve 30 Anos, Documentário, História

Documentário “Boulevard Geneve 30 Anos”

Já está disponível no Youtube o mini documentário sobre os 30 anos do Boulevard Geneve. E quem conta pra gente a história do prédio mais famoso de Campos do Jordão  é o o empresário Lélio Gomes, pai do aniversariante. :)

Um marco histórico de Campos do Jordão, o Boulevard Geneve é um badalado complexo de lojas de rua, famoso pela arquitetura européia. Assista o filme que conta a nossa história:

Boulevard Geneve 30 Anos | 1985 – 2015

O lugar mais charmoso de Campos do Jordão.

Mais informações:

Site – www.boulevardgeneve.com.br

Blog – www.boulevardgeneve.com.br/blog

Facebook – www.facebook.com/boulevardgeneve

Instagram – @boulevardgeneve

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste_______________________________________________

assinatura BG

Padrão
lélio BG 30 anos blog 2
Boulevard Geneve 30 Anos, História, Ponto Turístico

Fundador do Boulevard Geneve narra a história da obra em mini documentário

Um mini documentário (confira trechos durante o texto) vai contar a história do Boulevard Geneve, o badalado complexo de lojas de rua de Campos do Jordão, famoso pela arquitetura européia. O vídeo apresenta imagens históricas da construção do prédio e uma entrevista com o fundador e idealizador da obra, o empresário Lélio Gomes. O lançamento do mini documentário está marcado para esta sexta-feira, dia 20 de fevereiro, e o filme será disponibilizado gratuitamente no Youtube.

O empresário Lélio Gomes, fundador do Boulevard Geneve.

O empresário Lélio Gomes, fundador do Boulevard Geneve.

O Boulevard Geneve acaba de completar 30 anos de história. E os trinta anos do prédio mais famoso de Campos do Jordão serão amplamente festejados durante todo o ano de 2015. Tanto que uma programação cultural diversificada está sendo planejada e será divulgada na segunda quinzena de março para o lançamento oficial das comemorações que está previsto para a Páscoa.  As atrações culturais darão continuidade às ações iniciadas em 2014.

Os trabalhos em comemoração aos 30 Anos do Boulevard Geneve começaram na última temporada de inverno, com o lançamento oficial do blog e das redes sociais da marca Boulevard Geneve. Os canais de comunicação do Boulevard apresentam e trazem sempre o melhor de Campos do Jordão, com reviews que vão além das fichas técnicas comuns dos guias de turismo, sempre tentando surpreender e encantar o leitor com um olhar novo e textos de qualidade sobre os nossos melhores produtos, programas culturais e roteiros turísticos. O foco e o compromisso das publicações é com os admiradores de Campos do Jordão. Independente de serem turistas ou moradores, o objetivo é colaborar para que essas pessoas que amam Campos do Jordão, assim como nós do Boulevard amamos, aproveitem a cidade ao máximo.

Boulevard Geneve: Um marco histórico de Campos do Jordão.

Confira trechos do mini-documentário acima, nos players do Youtube que ilustram o texto.

***

bônus: Está curioso para conhecer a história do Boulevard e não quer esperar pelo mini-documentário?  Sorte sua, pensamos em você. Preparamos uma reportagem com a história do Boulevard Geneve, para ler basta clicar aqui. Boa leitura!

facebookwww.facebook.com/boulevardgeneve

blog: www.boulevardgeneve.com.br/blog

instagram: @boulevardgeneve

***

OFERECIMENTO

_______________________________________________

Padrão
igrejas blog 2
Cultura, História, Passeios, Religiosidade

Conheça as Igrejas de Campos do Jordão

Igrejas de Campos do Jordão

Apesar de ser uma cidade pequena, com pouco mais de 45 mil habitantes, Campos do Jordão conta com uma comunidade religiosa grande e bastante ativa. Existem muitas ordens e congregações religiosas na cidade, a maioria católicas. O motivo da maciça presença religiosa na cidade se deve ao turismo de cura que fez a fama de Campos do Jordão no início do século XX. Enquanto estância climática a cidade atraiu na primeira metade do século passado inúmeros pacientes tuberculosos que tinham no clima de Campos um forte aliado para se recuperarem da doença. E na esteira dos doentes vieram missões religiosas para amparar os pacientes mais críticos e carentes. Tais ordens e congregações das missões religiosas acabaram se estabelecendo na cidade e foram muito importantes para o desenvolvimento, sobretudo, da saúde do município, bem como das três principais igrejas de Campos do Jordão, a Matriz de Santa Teresinha, a Igreja de Nossa Sra. Da Saúde e a Igreja de São Benedito.

Confira abaixo estes importantes templos de fé e religiosidade da cidade, legados em boa parte pela solidariedade dos missionários que pra cá vieram.

MATRIZ SANTA TERESINHA

Popularmente conhecida na cidade como igreja Matriz, a Paróquia recebeu o nome da santa francesa devido a mesma ter falecido aos 24 anos de tuberculose. Muito lembrada nas orações pelos doentes tísicos nos anos do turismo de cura, Santa Teresinha naturalmente foi escolhida como padroeira de Campos do Jordão e de sua principal paróquia.

Matriz Santa Teresinha Campos do Jordão - SP

Matriz Santa Teresinha  Campos do Jordão – SP

Matriz Santa Teresinha Campos do Jordão - SP

Matriz Santa Teresinha  Campos do Jordão – SP

IGREJA NOSSA SRA. DA SAÚDE

A igreja é riquíssima em cultura e história. Considerada o marco zero de Campos do Jordão, uma vez que a igreja foi construída sobre a primeira capela erguida na cidade, o local abriga uma escultura de Felícia Leirner situada na praça que dá acesso a igreja. Já na sua entrada uma pedra exibe um poema do poeta Ranulpho Mendes e o interior do prédio abriga um belíssimo mural pintado pelo artista Expedito Camargo Freire. O nome da paróquia, por sua vez, também tem origem nos tempos de estância terapêutica de Campos e foi escolhido devido Nossa Sra. da Saúde ser famosa entre os católicos por ter intercedido pelo fim de vários surtos de peste ocorridos em Portugal, bem como na recuperação dos doentes. Sendo assim os clérigos da época decidiram que a santa era a mais apropriada para ser a padroeira da paróquia em Campos do Jordão, então famosa pelo turismo de cura dos tuberculosos.

Igreja Nossa Sra. da Saúde Campos do Jordão - SP

Igreja Nossa Sra. da Saúde  Campos do Jordão – SP

Igreja Nossa Sra. da Saúde Campos do Jordão - SP

Igreja Nossa Sra. da Saúde  Campos do Jordão – SP

Escultura de Felícia Leirner Igreja Nossa Sra. da Saúde Campos do Jordão - SP

Escultura de Felícia Leirner. Igreja Nossa Sra. da Saúde. Campos do Jordão – SP

IGREJA DE SÃO BENEDITO

A mais conhecida pelos turistas por estar localizada no centrinho da vila Capivari a igreja de São Benedito foi erguida no local que durante os anos 30 abrigava a Igrejinha de Vila Capivari, posteriormente denominada Igreja de Santa Teresinha do Menino Jesus. Mas a Igrejinha construída em 1929 foi demolida no início da década de 1940. O nome Santa Teresinha foi herdado pela igreja matriz da Vila Abernéssia e no local foi construída a atual Igreja de São Benedito. Com projeto dos famosos arquitetos Américo Salfati e Mário Buchighani a igreja teve o nome escolhido pelo Embaixador José Carlos de Macedo Soares, frequentador assíduo de Campos do Jordão e grande benfeitor da cidade. Macedo Soares que dá nome a uma das principais avenidas de Campos foi doador de quase todas as terras onde foram construídos os Sanatórios de saúde, importantíssimos na época crítica da tuberculose no país para a erradicação e a cura da doença.

Igreja de São Benedito Campos do Jordão - SP

Igreja de São Benedito  Campos do Jordão – SP

Igreja de São Benedito Campos do Jordão - SP

Igreja de São Benedito Campos do Jordão – SP

***

Santa Teresinha: Rua Tadeu Rangel Pestana, 662, Vila Abernéssia
Telefone: (12) 3662-1740
Nossa Sra. da Saúde: Praça Nossa Sra. da Saúde, 01, Jaguaribe
Telefone: (12) 3662-7068
São Benedito: Av. Macedo Soares, 55,  Vila Capivari 
Telefone: (12) 3663-1340
bônus: Clique e conheça também o Mosteiro São João (canto gregoriano) e a Capela São Pedro Apóstolo.
Para igrejas evangélicas, clique aqui.

****

OFERECIMENTO

Logo BG 30 Anos

***

 

Padrão
teaser 3 blog
Cultura, História

Palavra de pioneiro: “Ter sido copiado nos orgulha. Copiar boas ideias é ótimo!”

Dando continuidade à nossa série de teasers sobre os 30 Anos do Boulevard Geneve, compartilhamos o vídeo “Pioneiro”. O vídeo faz parte das ações em comemoração à marca. Ações iniciadas na última temporada de inverno e que serão ampliadas com exposições e apresentações culturais e artísticas em 2015.

Perguntamos para o fundador do Boulevard Geneve o que ele achava das pessoas que copiaram suas melhores ideias e a resposta foi surpreendente. Com a simplicidade e inteligência que lhe são peculiares ele nos respondeu que acha ótimo e que se sente orgulhoso com isso porque o vácuo criado pelas cópias de boas ideias resulta em coisas novas e bonitas. Confira:

 

Livre de qualquer vaidade, o empresário Lélio Gomes nos conta que vê com bons olhos a influência que o Boulevard Geneve exerceu e exerce ainda hoje sobre a arquitetura de prédios e casas de Campos do Jordão.

Palavra de pioneiro: “Eu acho que quando as pessoas imitam coisas boas é ótimo” [...] “Fomos pioneiros e as pessoas seguiram de uma maneira que nos orgulha” — Lélio Gomes.

“Pioneiro” faz parte de um mini-documentário que está sendo gravado e que contará a história da fundação do complexo de lojas de rua do Boulevard Geneve, famoso pelo estilo arquitetônico e pelo cuidado paisagístico. Um prédio considerado por muitos como “O Lugar Mais Charmoso de Campos do Jordão”.

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste

_______________________________________________

assinatura BG

Padrão
teaser blog
História, Ponto Turístico

A História do Boulevard Geneve será contada em vídeo

O Boulevard Geneve está prestes a completar 30 anos de história. E os trinta anos do prédio mais famoso de Campos do Jordão serão amplamente festejados durante todo o ano de 2015. Tanto que uma programação cultural diversificada está sendo planejada e será divulgada no primeiro semestre do ano que vem. As atrações culturais darão continuidade às ações iniciadas em 2014.

Os trabalhos em comemoração aos 30 Anos do Boulevard Geneve começaram na última temporada de inverno, com o lançamento oficial do blog e das redes sociais da marca Boulevard Geneve. Os canais de comunicação do Boulevard apresentam e trazem sempre o melhor de Campos do Jordão, com dicas culturais e gastronômicas, bem como reviews que vão além das fichas técnicas comuns dos guias de turismo, sempre tentando surpreender e encantar o leitor com um olhar novo e textos de qualidade sobre os nossos melhores produtos, programas culturais e roteiros turísticos. O foco e o compromisso das publicações é com os admiradores de Campos do Jordão. Independente de serem turistas ou moradores, nosso objetivo é colaborar para que essas pessoas que amam Campos do Jordão, assim como nós do Boulevard amamos, aproveitem a cidade ao máximo.

E uma outra ação ligada aos nossos canais de comunicação é um mini-documentário que ainda está sendo gravado e no qual o empresário Lélio Gomes, fundador do Boulevard Geneve, narra a história da fundação do nosso complexo de lojas, famoso pelo estilo arquitetônico e pelo cuidado paisagístico. Um prédio considerado por muitos como o “O Lugar Mais Charmoso de Campos do Jordão“.

Confira trechos do mini-documentário acima, nos players do Youtube que ilustram o texto.

***

bônus: Está curioso para conhecer a história do Boulevard e não quer esperar pelo mini-documentário?  Sorte sua, pensamos em você. Preparamos uma reportagem com a história do Boulevard Geneve, para ler basta clicar aqui. Boa leitura!

facebookwww.facebook.com/boulevard.geneve

blog: www.boulevardgeneve.com.br/blog

***

OFERECIMENTO

_______________________________________________

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Padrão