Amantikir
Fotografia, Natureza, Passeios

Colheita Fotográfica

O Parque Amantikir acaba de completar 8 anos, e para comemorar a data foi lançado o projeto “Colheita Fotográfica”. A iniciativa colaborativa visa eternizar os jardins do parque pelos olhares dos frequentadores. Até o dia 18 de setembro o Amantikir irá selecionar fotografias enviadas por fãs do parque. O resultado será um livro especial com as melhores fotografias clicadas pelos visitantes.

Jardins que falam

Campos do Jordão tem vocação para o paisagismo, clima e solo são amistosos para diferentes espécies de plantas e flores. Walter Vasconcellos, o Dr. Garden, durante muitos anos criou belíssimos trabalhos para clientes de Campos do Jordão. Mas algo sempre lhe incomodou, o fato dos belos jardins ficarem reservados apenas a vida privada dos clientes. Walter tinha um sonho: criar um jardim aberto ao público, para que todos que visitam Campos do Jordão pudessem conferir o quão rica a cidade é para a arte do paisagismo. Um lugar que legitimasse a fama de Campos enquanto Jardim do Brasil.  Então em 2007, Walter deu vida ao Amantikir, um lugar mágico da cidade no qual cada jardim conta uma história e cada planta tem seu encanto. Ou como o próprio Walter gosta de falar, um lugar de “Jardins que falam”.

Sobre a colheita

No Parque Amantikir, a colheita de flores e plantas não é permitida. Nossos visitantes conseguem perpetuar a beleza expressa nos jardins através do registro fotográfico. Assim podem eternizar as formas e cores sem retirá-las do espaço, tornando-as tangíveis, e podendo ampliar a experiência através do compartilhamento nas redes sociais. E essa foi a forma escolhida para celebrar os 8 anos do Parque. Através de uma colheita fotográfica. Venha participar de nossa colheita e nos ajude a eternizar, através de seu ponto de vista, as diversas nuances que o parque apresenta. Será uma grande celebração.

Amantikir reúne 22 jardins inspirados em 12 países diferentes e foi considerado o melhor passeio turístico de Campos do Jordão pelo site TripAdvisor.

Amantikir reúne 22 jardins inspirados em 12 países diferentes e foi considerado o melhor passeio turístico de Campos do Jordão pelo site TripAdvisor.

Inscrições:

até 18 de setembro

www.jardinsquefalam.com.br

***

Mais informações:

www.parqueamantikir.com.br

facebook.com/amantikirgarden

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste_______________________________________________

assinatura BG

Padrão
trilhas culturais
Cultura, Fotografia

Trilhas Culturais: Tradição valeparaibana em Campos

A cultura valeparaibana subirá a serra para uma temporada em Campos do Jordão. O projeto Trilhas Culturais que resgata as tradições do Vale do Paraíba em diferentes áreas inaugura nesta terça-feira,dia 18, uma mostra fotográfica na Casa de Cultura Prof Antonio Fernando Costella. A exposição ficará em cartaz até o dia 4 de setembro.
Visitantes na passagem da exposição pelo Taubaté Shopping. Foto: Trilhas Culturais

Visitantes na passagem da exposição pelo Taubaté Shopping. Foto: Trilhas Culturais

Trilhas Culturais é uma iniciativa da Pró-reitoria de Extensão da Unitau, em parceria com o Departamento de Comunicação Social, sob coordenação do premiado fotógrafo João Rangel e alunos da instituição. O projeto percorre o Vale do Paraíba há mais de dez anos e busca resgatar e valorizar a cultura da região. As fotos da mostra retratam a culinária, a música, a literatura e as profissões antigas do Vale, exaltando os personagens da vida real que mantém viva a nossa cultura.

 

O projeto também contempla vídeos sobre culinária:

Vale a pena conferir. A entrada é gratuita.

 

SERVIÇO
Exposição Trilhas Culturais
DATA: até o dia 04 de setembro
HORÁRIO: Seg a Sex das 9h às 17h
LOCAL: R. Brigadeiro Jordão, 1236, Vila Abernéssia

Convite Trilhas Culturais. De graça! ;)

Mais informações:

Site: Trilhas Culturais

Facebook: Trilhas Culturais

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste_______________________________________________

assinatura BG

Padrão
primavera capa blog
Fotografia, Passeios

10 motivos para visitar Campos do Jordão na Primavera

Ahhh a Primavera 

Independente da estação, seja verão, outono, inverno, primavera ou verão, a natureza de Campos do Jordão se apresenta sempre exuberante. A cidade é uma das poucas no mundo onde as quatro estações do ano ainda podem ser percebidas e vivenciadas em sua plenitude. Diferente do que acontece nos dias atuais em muitos municípios, principalmente grandes centros urbanos, nos quais as estações se confundem e já não se sabe mais quando começa uma e quando termina outra.

Campos do Jordão na primavera Foto por Armando Ferreira

Se é que as estações de fato chegam a terminar nas grandes cidades, porque como reclamam alguns, em São Paulo, por exemplo, há dias nos quais a população experimenta em curtos períodos de tempo características das quatro estações. E isso não é uma vantagem, é um efeito colateral do aquecimento global, dos desmatamentos e da urbanização desmedida, algo ruim, mas que Campos do Jordão por ora parece imune, graças a localização privilegiada da cidade.

Campos do Jordão na primavera Foto por Armando Ferreira

E esse privilégio pode ser conferido pelos turistas neste início de primavera. Campos do Jordão nesta época do ano ganha cores mais vivas e o céu azul estalado em contraste com as flores e o verde das araucárias garante paisagens belíssimas. Sem falar no cuidado paisagístico da cidade. Nesta época do ano avenidas, praças, fachadas e calçadas que já fazem a fama do lugar pelo apreço com as flores, na primavera ganham atenção especial, principalmente por causa da maior oferta de espécies para se plantar. Mas os motivos para visitar Campos do Jordão na primavera vão além do perfume das flores. Os amigos do site NetCampos listaram 10 motivos para visitar a cidade nesta época do ano. Assinamos em baixo de todos! Confira e faça as malas, uma Campos do Jordão mais barata, colorida e perfumada espera por você.

1- Clima e temperatura mais agradáveis

As estações do ano em Campos são muito bem definidas. Portanto não espere sentir muito frio, nem muito calor neste período. A menos que aconteça alguma mudança inesperada, a temperatura nesta época deve ficar amena. Para a primeira semana da Primavera, a previsão é de temperaturas entre de 14 e 25 graus centígrados.

Campos do Jordão

2 – Flores estão por todos os lados

Além das belas jardineiras que enfeitam o comércio e a praça em Vila Capivari, as flores podem ser vistas por todos os cantos. Muitas delas são nativas e crescem próximas as calçadas na avenida principal da cidade, formando belas imagens e combinado com a arquitetura européia.

primavera-2013_2

3 – Preços de hotéis e pousadas mais em conta

Considerada baixa temporada para a montanha é durante a primavera que a cidade fica mais acessível. Os hotéis e pousadas vendem finais de semana com valores mais baixos, oferecendo os mesmos serviços de qualidade e bom atendimento. Além do que, acordar com o ar fresco da Primavera em Campos não tem preço.

flores-avenida-2011_3

4 – Menos movimento nas estradas

Além de ser uma época em que não se viaja muito nos finais de semana, durante os meses da primavera os acessos que levam para Campos estão ainda mais calmos. Dá para pegar a estrada tranquilamente e ainda aproveitar a viagem para apreciar a paisagem inspiradora da serra.

estrada_floriano_pinheiro (1)

5 – Sem filas no estabelecimentos e passeios

Se no inverno todos querem estar na serra, já na Primavera não é bem assim. Os atrativos turísticos e o comércio estão mais calmos, com movimento moderado. O que permite mais privacidade e momentos aconchegantes. Até para estacionar é mais fácil, com vagas fáceis e espaçosas.

Bondinho

6 – Restaurantes tem pratos especiais para a estação

Comer em Campos do Jordão é uma atração a parte. A cidade conquistou seu espaço como um lugar especial para desfrutar de bons pratos. E para tudo isso ficar ainda mais harmonizado, alguns restaurantes criaram cardápios especiais, que foram feitos para combinar ainda mais com o clima da estação. Veja mais sobre a gastronomia na Primavera.

7 – Paisagem é ideal para tirar fotos

Quem sobe a serra já sabe que a câmera fotográfica não pode ficar de fora da mala. As paisagens da cidade sempre rendem belas fotos. Na Primavera tudo fica ainda mais florido e harmonioso, proporcionando a chance de registrar sua presença em imagens que são verdadeiros cartões postais.

primavera-2013_4

8 – Eventos culturais

Nestes meses, geralmente, a cidade recebe diversas atrações. Clubes de carros antigos ou marcas específicas costumam se reunir em Campos para se confraternizar, expondo lindas máquinas para o público no centro turístico. Nesta época também acontecem atrações musicais, exposições e oficinas culturais, que são realizadas pelo Museu Felícia Leirner e pela Associação de Amigos de Campos do Jordão.

primavera-2014-1

9 – Natureza ainda mais verde

Não são só as flores que deixam a cidade mais encantadora. O verde da natureza realiza seu espetáculo à parte. As grandes árvores de plátanos que pontuam a avenida fica completamente tomadas por cores mais vivas. As montanhas também ficam mais belas e o vento fresco são excelentes para renovar as energias.

 outono-2013-campos-do-jordao

10 – Praticar atividades ao ar livre

Dormir, comer e descansar em Campos do Jordão é sempre muito agradável. Mas para quem quer colocar o corpo em movimento, também existem muitas atividades pra fazer na montanha. Elas vão desde as mais radicais, como praticar arvorismo, trilhas, mountain bike e paintball até as mais tranquilas, como pedalar na ciclovia, correr ou simplesmente caminhar. O clima da primavera na montanha torna tudo ainda mais prazeroso.

 pedal

 ***

fonte: NetCampos Confira mais fotos no site da NetCampos, clique aqui.

A foto da capa do post é de Emerson Zanini.

Veja também: Os Jardins da Mantiqueira

***

OFERECIMENTO

Logo BG 30 Anos

***

Padrão
parada trem blog
Cultura, Fotografia, História

Cada Parada, uma história!

Trens são os protagonistas de qualquer estrada de ferro, logo chamam muita atenção por onde passam e naturalmente por causa da beleza de seus carros, história e certo ar de nostalgia inspiram o surgimento de clubes de trem e cada vez mais adeptos do trem modelismo.  No entanto, há quem se encante pelos coadjuvantes que compõem uma via férrea, a ponto de deixar os trens de lado, falo do encanto que as estações ferroviárias exercem sobre muitas pessoas.

Estação Vila Abernéssia Foto por

Estação Vila Abernéssia

O publicitário paulista Marcelo Tomaz é uma dessas pessoas. À frente do projeto Estações Brasileiras o publicitário vem desde 2012 traçando um raio x das condições atuais das estações ferroviárias do país. O objetivo principal, segundo Tomaz, é levantar um banco de imagens e registros históricos e resgatar a história das cerca de 5 mil estações brasileiras.

Marcelo Tomza - O idealizador do Estações Brasileiras. Foto por Jefferson Barcellos

Marcelo Tomaz – O idealizador do Estações Brasileiras.Foto por Jefferson Barcellos

E o projeto Estações Brasileiras tem visitado regularmente Campos do Jordão nos últimos anos registrando a beleza das estações ferroviárias da cidade, nossas queridas paradas de trem.

Estação Toriba Foto por Estações Brasileiras

Estação ToribaFoto por Estações Brasileiras

Neste ano em que a EFCJ completou 100 anos fica claro pelas imagens do projeto (entre outras, confira abaixo) o porquê de muitas pessoas preferirem as estações aos trens. Basta imaginar quanta história cada parada dessas presenciou, quantos primeiros beijos, despedidas, decepções, porres, abraços, planos, gestos de amizade, olhares de esperança, palavras de agradecimento, ou seja, quanta vida as nossas estações já testemunharam. E sempre ali quietinhas e observadoras, na delas, como todo bom coadjuvante deve ser. Mas ao mesmo tempo sempre atentas para a deixa que leva a sua entrada: seja fazer a vez de sala de espera para embarques e desembarques ou servir de salão de jogos para aposentados, palco para atores, rampa para skatistas, abrigo para chuva ou um canto especial para casais de namorados.  Cada parada de trem de Campos do Jordão revela uma história diferente no imaginário particular de cada pessoa. Toda estação é um lugar especial para alguém.

Por isso fica aqui nossos cumprimentos ao Marcelo Tomaz e demais colaboradores do Estações Brasileiras. É mais do que merecido e necessário um projeto que zele pelas histórias das nossas estações de trem. Parabéns!

Confira agora belíssimas imagens de nossas paradas ferroviárias. E cá entre nós, são tão bonitas e tem tanta história que fica até difícil decidir qual delas merece o Oscar de melhor coadjuvante das nossas vidas.

Estação Emílio Ribas

Estação Emílio Ribas Foto por Edson Maiero

Estação Emílio Ribas – A nova sede em estilo alpino foi inaugurada em 1984Foto por Edson Maiero

Estação Emílio Ribas Campos do Jordão - SP

Estação Emílio RibasCampos do Jordão – SP

A antiga Estação Emílio Ribas foi inaugurada em 1924. Hoje funciona como sede da EFCJ e mantém um trem para visitação. Foto por Walter Scaranto

A antiga Estação Emílio Ribas  – Inaugurada em 1924, a estação fica localizada dentro do Parque de Capivari. Atualmente funciona como sede da EFCJ e mantém um trem para visitação. Foto por Walter Scaranto

Antiga Estação Emílio Ribas Campos do Jordão - SP

Antiga Estação Emílio RibasCampos do Jordão – SP

Parada Damas

review histórico em: www.estacoesbrasileiras.com.br/damas

Parada Damas Cintra Foto por Lucas Tranin

Parada DamasFoto por Lucas Tranin

Parada Damas Cintra Foto por Estações Brasileiras

Parada DamasFoto por Estações Brasileiras

bônus: matéria sobre o tombamento histórico da Parada Damas na Tv Vanguarda, afiliada da Rede Globo. Confira, clique aqui.

Estação Grande Hotel

review histórico em: estacoesbrasileiras.com.br/grande-hotel

Estação Grande Hotel Foto por Estações Brasileiras

Estação Grande HotelFoto por Estações Brasileiras

Estação Grande Hotel Campos do Jordão - SP

Estação Grande HotelCampos do Jordão – SP

Antiga Parada Grande Hotel Foto por Gil Renno

Parada Vila Jaguaribe

review histórico em: estacoesbrasileiras.com.br/vila-jaguaribe

Antiga Parada da Vila Jaguaribe Foto por Estações Brasileiras

Antiga Parada da Vila JaguaribeFoto por Estações Brasileiras

Parada Vila Jaguaribe - Atualmente a parada fica localizada próxima do prédio que antes abrigava o terminal rodoviário de campos do Jordão.

Parada Vila Jaguaribe – Atualmente a parada fica localizada próxima do prédio que antes abrigava o terminal rodoviário de Campos do Jordão.

 Parada Vila Sodipe

review histórico em: estacoesbrasileiras.com.br/vila-sodipe

Parada Vila Sodipe - Ainda que esteja localizada próxima da região do Pão de Açúcar, o nome é esse mesmo.

Parada Vila Sodipe – Ainda que esteja localizada na região do trevo da Vila Paulista, próximo do Pão de Açúcar, o nome é esse mesmo.

Estação Vila Abernéssia

Estação Ferroviária Vila Abernéssia Campos do Jordão - SP

Estação Ferroviária Vila AbernéssiaCampos do Jordão – SP

Estação Vila Abernéssia Foto por Jéssica Salaverry

Estação Vila AbernéssiaFoto por Jéssica Salaverry

Estação Vila Abernéssia Foto por Suellen Ferreira

Estação Vila AbernéssiaFoto por Suellen Ferreira

 Parada da Viola

review histórico em: www.estacoesbrasileiras.com.br/viola

Parada da Viola Foto por Estações Brasileiras

Parada da ViolaFoto por Estações Brasileiras

Parada da Viola Campos do Jordão - SP

Parada da ViolaCampos do Jordão – SP

Parada Fracalanza

review histórico em: www.estacoesbrasileiras.com.br/fracalanza

Parada Fracalanza Foto por Estações Brasileiras

Parada FracalanzaFoto por Estações Brasileiras

Parada Fracalanza Foto por Elias Francione

Parada FracalanzaFoto por Elias Francione

Sanatórios

review histórico em: www.estacoesbrasileiras.com.br/sanatorios

Parada Sanatórios Foto por

Parada SanatóriosFoto por Ana Carolina Russo

Parada Sanatórios Foto por Estações Brasileiras

Parada SanatóriosFoto por Estações Brasileiras

São Cristovão

review histórico em: estacoesbrasileiras.com.br/sao-cristovao/

Parada São Cristovão Foto por Estações Brasileiras

Parada São CristovãoFoto por Estações Brasileiras

Parada Toriba

review histórico em: www.estacoesbrasileiras.com.br/toriba

Parada Toriba Campos do Jordão - SP

Parada ToribaCampos do Jordão – SP

Gavião Gonzaga

review histórico em: estacoesbrasileiras.com.br/gaviao-gonzaga

Parada Gavião Gonzaga Foto por Estações Brasileiras

Parada Gavião GonzagaFoto por Estações Brasileiras

Parada Cacique

review histórico em: www.estacoesbrasileiras.com.br/cacique

Parada Cacique Foto por Estações Brasileiras

Parada CaciqueFoto por Estações Brasileiras

bônus: Algumas estações irmãs da nossa vizinha Santo Antônio do Pinhal. Quem conhece, não esquece!

Parada Tanaka

review histórico em: www.estacoesbrasileiras.com.br/tanaka

Parada Tanaka Foto por Estações Brasileiras

Parada TanakaFoto por Estações Brasileiras

Parada Renópolis

review histórico em: www.estacoesbrasileiras.com.br/renopolis

Parada Renópolis Foto por Estações Brasileiras

Parada RenópolisFoto por Estações Brasileiras

Estação Eugênio Lefevre

review histórico em: estacoesbrasileiras.com.br/eugenio-lefevre

Estação Eugênio Lefevre Santo Antônio do Pinhal

Estação Eugênio LefevreSanto Antônio do Pinhal

***

Agradecimentowww.estacoesbrasileiras.com.br 

Para saber por quais cidades o projeto já passou, clique aqui.

Para patrocínios clique aqui. - Alô empresários, o projeto é super bem feito e eles estão precisando.

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste

______________________________________________

assinatura BG

Padrão
pico do itapeva
Fotografia, Natureza, Ponto Turístico, Roteiros de Aventura

Nas Alturas: Pico do Itapeva, Pico do Imbiri e Pico do Diamante

O nascer e o pôr do sol de Campos do Jordão são reverenciados por turistas e moradores. Em diferentes lugares da cidade se pode apreciar verdadeiros espetáculos de amanhecer e anoitecer. Obviamente os pontos mais altos da cidade garantem vistas impressionantes, por isso apresentamos para os leitores do blog os três cumes mais altos de Campos. Conheça os picos do Itapeva, do Imbiri e do Diamante, e suas paisagens de tirar o fôlego.

Vista do Pico do Itapeva.  Foto: Wikipedia

Vista do Pico do ItapevaFoto: Wikipedia

PICO DO ITAPEVA

Enquanto a maioria das pessoas dormem,  poucos quilômetros do centrinho da vila Capçivari, em Campos do Jordão, a Serra da Mantiqueira realiza o seu maior espetáculo.

Pico do Itapeva – Enquanto a maioria das pessoas ainda está dormindo, a poucos quilômetros do centrinho da vila Capivari, em Campos do Jordão, a Serra da Mantiqueira realiza o seu maior espetáculo. Foto: Wanderluster

Apesar de estar geograficamente situado no município de Pindamonhangaba, o Pico do Itapeva é, na prática, uma atração de Campos do Jordão. A estradinha que leva até o Pico é asfaltada. Ela começa na Av. Sen. Roberto C. Simonen, na vila Capivari, passa pela Ducha de Prata, depois pelo lago da Vila Inglesa, posteriormente pelo belíssimo lago do Itapeva, terminando por fim, no mirante.

Itapeva quer dizer pedra chata. O pico, que é o quinto mais alto do Brasil e tem 2.035 m de altitude, fica a 14 km do Centro de Capivari.

A Serra da Mantiqueira em primeiro plano com cidades do Vale do Paraíba ao fundo, no horizonte. Foto: W. Pereira

Pico do Itapeva – A Serra da Mantiqueira em primeiro plano com cidades do Vale do Paraíba ao fundo, no horizonte.Foto: W. Pereira

Pico do Itapeva Foto: Wanderluster

Pico do Itapeva Foto: Wanderlust

Pico do ItapevaFoto: Wanderluster

Mar de nuvens - O Pico do Itapeva mesmo em dias nublados merece uma visita. Foto: Raquel Amaral

Mar de nuvens – O Pico do Itapeva mesmo em dias nublados merece uma visita.Foto: Raquel Amaral

Pico do Itapeva Foto: Ruy Barbosa Pinto

Pico do ItapevaFoto: Ruy Barbosa Pinto

Brinde - O caminho para o Pico do Itapeva reserva uma grata surpresa, um lago a 1800  metros de altitude. Foto: Marcos Comune

Brinde – O caminho para o Pico do Itapeva reserva uma grata surpresa, um lago a 1800 metros de altitude.Foto: Marcos Comune

Lago do Pico do Itapeva Foto: Fernando Ted

Lago do Pico do ItapevaFoto: Fernando Ted

PICO DO IMBIRI

O ponto culminante de Campos do Jordão, em termos geográficos, é um pico localizado dentro do Horto Florestal, mas como é de difícil acesso (não conta com trilha), por estar dentro da reserva do Parque Estadual, sequer nome o pico de 2003 metros tem. Assim o Pico do Imbiri é uma espécie de maior pico de altitude interino. Mesmo estando a 1862 metros de altitude, menos que o Pico do Itapeva, o Pico do Diamante (1870 m de altitude, mas também de difícil acesso) e o Pico sem nome do parque estadual, turisticamente o Pico do Imbiri é considerado o ponto culminante de Campos do Jordão.

Pico do Imbiri Foto: Luciano Correa

Pico do ImbiriFoto: Luciano Correa

Pico do Imbiri - Vista para o sul de MG. Foto: Guilherme Lipe

Pico do Imbiri – Vista para o sul de MG.Foto: Guilherme Lipe

Pico do Imbiri Foto: Desconhecido

Pico do ImbiriFoto: Desconhecido

Pico do Imbiri Foto: Marcos Paulo

Pico do ImbiriFoto: Marcos Paulo

Pico do Imbiri Foto: Desconhecido

Pico do ImbiriFoto: Desconhecido

Pico do Imbiri Foto: Rosa dos Ventos

Pico do Imbiri – Vista para a Pedra do BaúFoto: Rosa dos Ventos

Pico do Imbiri - Vista para a Vila Capivari Foto: Nani Giardini

Pico do Imbiri – Vista para a Vila CapivariFoto: Nani Giardini

Pico do Imbiri Não deixe de visitar!

Pico do ImbiriNão deixe de visitar!

PICO DO DIAMANTE

Pico do Diamante Foto: Márcio Prado

Pico do DiamanteFoto: Márcio Prado

Localizado a 1870 metros de altitude o Pico do Diamante tem vista para lindas paisagens da Serra da Mantiqueira e todo o Vale do Paraíba. O acesso de carro para a trilha que leva até o local fica próximo ao Hotel Toriba (acessível através da segunda rotatória da avenida principal, para quem está entrando na cidade). Em frente ao hotel se inicia uma estrada de terra, à esquerda que leva ao topo do Pico. Mas a etapa final deve ser vencida a pé pela mata. Por isso é aconselhável a contratação de guia porque a trilha é difícil.

Pico do Diamante Foto: Augusto de Carvalho

Pico do DiamanteFoto: Augusto de Carvalho

Cachoeira vista do Pico do Diamante Foto: Márcio Prado

Cachoeira vista do Pico do DiamanteFoto: Márcio Prado

Pico do Diamante Foto: Trilhas e Trips

Pico do DiamanteFoto: Trilhas e Trips

Pico do Diamante Foto: Marcos Kaddoum

Pico do DiamanteFoto: Marcos Kaddoum

Pico do Diamante

Pico do DiamanteMais um lugar incrível de Campos do Jordão.

***

OFERECIMENTO

Logo BG 30 Anos

***

Padrão
fauna blog
Fotografia, Natureza

A Fauna de Campos do Jordão

A Fauna da Mantiqueira

As matas da Serra da Mantiqueira são o habitat de inúmeras espécies de animais. No entanto faltam levantamentos conclusivos e oficiais sobre a fauna do local. Sabido é que a cadeia de montanhas pertencente à Mata Atlântica concentra uma vasta fauna. E a observação de animais é um ramo do turismo ecológico que tem crescido bastante dentro das unidades de conservação ambiental da Serra da Mantiqueira. E esse comportamento já tem atraído muitos turistas interessados na fauna de Campos do Jordão.

A fauna de Campos do Jordão vai muito além dos esquilos.

A fauna de Campos do Jordão vai muito além dos esquilos.

As peculiaridades climáticas da cidade não permitem cravar a existência de uma fauna específica em Campos do Jordão, mas isso não significa que a fauna local seja pequena.  Campos conta com uma variada fauna de habitats distintos como rios, brejos, florestas, campos de altitude e matas.

As seguintes espécies podem ser encontradas nas matas

O Macaco Prego é muito esperto e facilmente aprende truques.

O Macaco Prego é muito esperto e facilmente aprende truques.

Mamíferos: bugio, caitetu, cotia, coati, macaco-prego, mono, onça sussuarana, queixada, saá.

Aves: azulão, bicudo, bigodinho, bitro, caburé, canário fogo, caçaroba, cuiu, curió, gavião pato, gaviãozinho, jacú, jacú pequeno, juruva, macuco, melro assobiador, nhambú, chintam, nhambú guaçú, papagaio, pararú, pavão, pomba do ar, pichorolê, várias espécies de sabiás, saira, saracura, surucuá, tangará, tuim, uru, urutagua.

Solitude - A Onça Sussuarana gosta de viver sozinha e geralmente caça ao entardecer.

Solitude – A Onça Sussuarana gosta de viver sozinha e geralmente caça ao entardecer.

Bicho solto!

As seguintes espécies podem ser encontradas nos campos

O tucano do bico verde, assim como o tucano do bico vermelho, são figurinhas fáceis na Serra da Mantiqueira. Sempre em bandos, costumam cantar no final da tarde. Mas como cantam mal, parecem marrecos.

O tucano do bico verde, assim como o tucano do bico vermelho, são figurinhas fáceis na Serra da Mantiqueira. Sempre em bandos, costumam cantar no final da tarde. Mas como cantam mal, parecem marrecos.

Mamíferos: maritaca, tatu-cavalo, tatu-mirim, veado catingueiro.

Aves: andorinha dos campos, chan-chan, codorna, coleirinha, coruja, coruja do campo, gavião perdiz, gaviãozinho, maria branca, maria preta, nhambu chororó, perdiz e siriema.

Fauna existente nos campos e nas florestas

Discreto - O Cachorro Vinagre foi descrito pela primeira vez em 1842 pelo paleontologista dinamarquês Peter Lund. Muitos pesquisadores costumam tachar o Cachorro Vinagre como Cachorro Fantasma, uma vez que ele é arredio e seus hábitos são praticamente desconhecidos.

Discreto – Muitos pesquisadores costumam chamar o Cachorro Vinagre de Cachorro Fantasma, uma vez que ele é arredio e seus hábitos são praticamente desconhecidos.

Mamíferos: cachoro do mato, gambá, gato do mato pintado, gato do mato mourisco, irará, jaguatirica, lebre, mão pelada, ouriço, paca, preá, rato grande, ratos em geral e veado catingueiro.

Aves: andorinha pequena, azulão, beja-flor, beija-flor furtacor, beija-flor do rabo branco, bem-te-vi, bem-te-vi pequeno, borrajara, carancho, chopim, civi, coruja branca, coruja sumidora, curruíra, frango d’água, gralha, joão-de-barro, joão-bobo, juriti, juriti da mata virgem, nhaçanã, papagaio, pararu, pássaro preto, picanço, pinhé, pintassilgo, pitanga, picapauzinho, sabiá laranjeira, sabiá poca, sabiazinha, tesourinha, tico-tico, tiriva, tovaca pequena, tovaca uçu, tucano, tuim, urubu, urubu campeiro e viuvinha.

Apesar de serem aves de grande porte os jacus voam muito bem.

Apesar de serem aves de grande porte os jacus voam muito bem.

Abelhas e vespas: arapuá, exu fazendeiro, europa, guâmia, gurupu, mandaçaia, mandaguari, manduri, marimbondo, mosquito, mirim, estrelinha e jataí.

Ofídios: amarelinha da serapilheira, caninana, cascavel, cobra cega, coral, cotiara, jararaca, jarara-cucú, quebra-quebra e uruntu.

Fauna nos brejos

A Saracura é muito comum nas zonas rurais de Campos do Jordão.

A Saracura é muito comum nas zonas rurais de Campos do Jordão.

Mamíferos: ariranha, capivara, quaiquica, lontra, ratão do banhado e peivinha.

Aves: azulão, cuitela da beira d’água, martim pescador do grande, martim pescador do pequeno e saracura.

Fauna dos Rios

Truta Arco Íris -  Instituto de Pesca desenvolveu um trabalho de pesquisa, que introduziu nos rios da região a "truta arco-íris", procedente da América do Norte.

Truta Arco Íris – Instituto de Pesca desenvolveu um trabalho de pesquisa, que introduziu nos rios da região a “truta arco-íris”, procedente da América do Norte.

A única espécie dos rios é o pequeno lambari, estando já introduzida e perfeitamente aclimada a truta “arco-íris”, e, em introdução, a “steel headtrout”.

Entre a fauna migratória, podem-se observar as seguintes espécies:

Mamíferos: anta, bugio, cotia, mono, queixada e veado mateiro.

Aves: anu branco, anu preto, araçari, canário da terra, irerê, maritaca, pichocó e taperá ( Plano de Manejo do Parque Estadual de Campos do Jordão, Boletim Técnico n.º 19, Secretaria da Agricultura).

***

Paraíso do Birdwatching

Pica-Pau clicado por Claúdia Komesu.

Pica-Pau clicado por Claúdia Komesu.

Campos do Jordão tem atraído cada vez mais entusiastas do birdwatching, que é a prática de observar aves em seu habitat natural. Mais de 60 espécies de aves catalogadas nas matas da cidade e diferentes áreas de observação respondem pelo sucesso de Campos  junto aos observadores de aves.

Turistas observam aves no Parque Pesca na Montanha.

Turistas observam aves no Parque Pesca na Montanha.

Confira uma galeria de imagens registradas pela fotógrafa e birdwatcher, Cláudia Komesu, clique aqui.

E o sucesso e reconhecimento de Campos do Jordão como um promissor point para Birdwatching fez com que a cidade sediasse há dois anos o Congresso Internacional de Ornitologia, tornando-se a primeira cidade do hemisfério sul a receber o evento, que reúne os melhores especialistas em aves do mundo.

Confira como foi o congresso:

***

fontes: 

www.guiadecamposdojordao.com.br

www.viagem.uol.com.br

***

OFERECIMENTO

Logo BG 30 Anos

***

Padrão
a capa landscape blog
Fotografia, Natureza, Passeios

Paisagens de Campos do Jordão

Pense naquela viagem ou passeio a um lugar muito bonito que você visitou e cujas fotos encheram os olhos dos seus amigos. As fotos bombaram no instagram e você de repente até começa a se achar um pouquinho de tanto ouvir elogios sobre sua sensibilidade e olhar apurado. Mas uma semana depois suas fotos do dia a dia nas redes sociais já não tem mais o mesmo efeito. “Caraca, perdi meus fãs”, você pensa. Calma, antes de se deprimir e cair numa de achar que perdeu a mão para a fotografia, ou até mesmo cogitar uma visita a um oftalmologista, saiba que talvez o talento por trás daquelas fotos não fosse seu.  É que existem cidades e lugares que tem luz própria para fotografias. Fotógrafos profissionais costumam dizer que uma vez nesses locais é só apontar a câmera para qualquer lugar que se tem uma boa foto. E Campos do Jordão é um desses lugares. Assim como se costuma dizer de modelos célebres como Gisele Bundchen, as câmeras gostam da cidade.

Parque Amantikir. Foto por Dayane Ito.

Parque Amantikir. Foto por Dayane Ito.

Aqui no Boulevard Geneve vivenciamos isso no dia a dia. Nossa série fotográfica e imagens de bom dia e boa noite nas redes sociais respondem pelo conteúdo mais clicado e compartilhado. Por isso preparamos uma seleção de paisagens de Campos do Jordão para te inspirar a visitar a cidade, clicar as suas próprias fotos e de quebra conseguir aqueles 15 minutos de fama no instagram. Porque Campos como paisagem por si só já faz metade do trabalho do fotógrafo, e não bastasse a beleza natural ainda tem um céu azul vibrante, e se você é rato de fotografia e redes sociais como a gente, já sabe, todo mundo se amarra num céu azul nas redes sociais. Sério, o céu azul no instagram e no facebook equivale ao apelo dos gatinhos no Youtube rs.

Fique agora com as fotos.  Ah, e siga-nos também no Instagram: @boulevardgeneve  ;-)

Slack Line no Hotel Surya Pan, Alto do Boa Vista. Foto: Divulgação

Slack Line no Hotel Surya Pan, Alto do Boa Vista. Foto: Divulgação

Bondinho da EFCJ. Foto por Juliana Cintra

Bondinho da EFCJ. Foto por Juliana Cintra

Avenida Frei Orestes Girardi. Foto por Lúcia Barreiros.

Avenida Frei Orestes Girardi. Foto por Lúcia Barreiros.

Vista do Morro do Elefante. Foto por Deni Willians.

Vista do Morro do Elefante. Foto por Deni Willians.

Pode sentar e deitar na grama sem se preocupar com o tempo. Porque fazer nada com alguém que a gente ama em uma paisagem dessa é ótimo. Foto por Sérgio Moreira. Conheça o Flickr do artista, clique aqui.

Lago do Capivari. Foto por Sérgio Moreira.

Um clássico dos casais apaixonados bem no centrinho da Vila Capivari.

Lago do Capivari. Foto: Divulgação EFCJ

No pico do Itapeva o pôr do sol é deslumbrante.

Pôr do sol no Pico do Itapeva. Foto via site Wanderlust

Pôr do sol no Museu Felícia Leirner

Pôr do sol no Museu Felícia Leirner. Foto por Alexandre Ferreira

foto: Lucia Barreiros

Maison Geneve. Foto por Lucia Barreiros

Região da Parada Grande Hotel. Foto por Gil Renno.

Região da Parada Grande Hotel. Foto por Gil Renno.

Café e Livraria. Foto por Pedro Vannucchi.

Café e Livraria Palácio Boa Vista. Foto por Pedro Vannucchi.

Ah, ainda tem essa vista incrível para a Pedra do Baú. Estou falando que é dica quente, venha conheça o Felícia Leirner. foto: Keisy Santos Gonzales

Vista para Pedra do Baú clicada no Museu Felícia Leirner. Foto por Keisy Santos Gonzales

Percussão ao ar livre. Atividade da semana da Consciência Negra de 2013.

Percussão ao ar livre. Museu Felícia Leirner. Foto: Divulgação

"Turismo rende mais do que madeira", Rubem Dualibi, publicitário.

Horto Florestal. Foto por Udo Matiello

Horto Florestal. Foto por Udo Matiello

 

Horto Florestal. Foto por Udo Matiello

Horto Florestal. Foto por Udo Matiello

Horto Florestal. Foto por Cristiano Tomaz.

Horto Florestal. Foto por Cristiano Tomaz.

Palácio Boa Vista. Foto: Desconhecido

Palácio Boa Vista. Foto: Desconhecido

Ducha de Prata. Foto por Edson Maiero.

Ducha de Prata. Foto por Edson Maiero.

Ducha de Prata. Foto por Paulo de Souza.

Ducha de Prata. Foto por Paulo de Souza.

Pico do Imbiri. Foto: Desconhecido.

Pico do Imbiri. Foto: Desconhecido.

Moinho abandonado , Vila Mathilde. Foto por Mauro Perides.

Moinho abandonado , Vila Mathilde. Foto por Mauro Perides.

Praça do Capivari. Foto por Mel Eduardo.

Praça do Capivari. Foto por Mel Eduardo.

Praça de Vila Abernéssia. Foto por Gabriel Pevide.

Praça de Vila Abernéssia. Foto por Gabriel Pevide.

Pico do Itapeva. Foto via Wanderlust.

Pico do Itapeva. Foto via Wanderlust.

Pico do Itapeva. Foto via Wanderlust.

Pico do Itapeva. Foto via Wanderlust.

Boulevard Geneve. Foto por Alexandre Ferreira.

Boulevard Geneve. Foto por Alexandre Ferreira.

Um "eu te amo" com esse plano de fundo fica muito mais gostoso. Um "casa comigo" então, inesquecível. Foto por Cristiano Tomaz.

Boulevard Geneve. Foto por Cristiano Tomaz.

Um casamento perfeito. Baden Baden e Boulevard Geneve se misturam. Não tem como visitar um, sem olhar para o outro. Aliás, já tinha reparado no BG lá de cima da fachada ;)  foto: Panoramio

Boulevard Geneve. Foto por Panoramio

Parada Fracalanza. Foto por Elias Francione.

Parada Fracalanza. Foto por Elias Francioni.

Bondinho da EFCJ na vila Abernéssia. Foto: Desconhecido

Boulevard Geneve. Foto por Bruno Barreto

Boulevard Geneve. Foto por Bruno Barreto

Portal Lions Club. Foto por Bruno Barreto

Portal Lions Club, Vila Abernéssia. Foto por Bruno Barreto

Pedra do Baú. Foto via Altus Turismo Ecológico.

Pedra do Baú. Foto via Altus Turismo Ecológico.

Fachada do hotel Vila Inglesa, fundado em 1947.

Fachada do hotel Vila Inglesa, fundado em 1947.

Fachada do hotel Orotour, antigo Hotel dos Lagos, fundado originalmente em 1945.

Fachada do hotel Orotour, antigo Hotel dos Lagos, fundado originalmente em 1945.

Reflexo do pôr do sol na piscina do Hotel Surya Pan, Alto do Boa Vista.

Reflexo do pôr do sol na piscina do Hotel Surya Pan, Alto do Boa Vista.

Araucárias por Rainer Brockerhoff.

Araucárias por Rainer Brockerhoff.

Porta de Entrada de Campos do Jordão. Foto por Lúcia Barreiros.

Portal de Entrada de Campos do Jordão. Foto por Lúcia Barreiros.

***

Obs: A foto da capa do blog é de Erik Cunha.

OFERECIMENTO

_______________________________________________

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Padrão