47º Festival de Inverno de Campos do Jordão - 2016
Cultura, Eventos

47º Festival de Inverno de Campos do Jordão

O Festival de Inverno de Campos do Jordão de 2016 promete dar continuidade à programação democrática instituída em 2015. Dos 80 espetáculos da edição deste ano mais da metade serão gratuitos.

As apresentações gratuitas em Campos acontecerão na Capela do Palácio do Governo, na Igreja Santa Terezinha e na Praça do Capivari. A 47ª Edição do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão acontece de 02 a 31 de julho de 2016.

O novo e o velho

Com grandes nomes da música erudita internacional, o festival de inverno de Campos do Jordão pretende estabelecer uma conexão entre o presente e o passado, com lançamentos contemporâneos e celebrações das obras clássicas. Prova disso são dois destaques programados para este ano: a estreia mundial da obra Gravitações, do compositor brasileiro Jorge Villavicêncio Grossmann. E o Grupo de Música Antiga do Festival, que se apresenta na terceira semana do evento, sob a regência de Luís Otávio Santos, em dois concertos: um no dia 23/07 (Auditório Claudio Santoro) e outro no dia 24/07 (Sala São Paulo).

Prestigie!

Confira a programação da 47ª edição do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão! Clique aqui.

Saiba como adquirir seus ingressos. Clique aqui.

Clique nas imagens abaixo para saber como foram as duas últimas edições do Festival de Inverno.

Clique na imagem para ampliá-la

Clique na imagem para ampliá-la

Clique na imagem para ampliá-la

Clique na imagem para ampliá-la

Clique na imagem para conhecer um pouco da história do Festival.

Clique na imagem para conhecer um pouco da história do Festival.

***

OFERECIMENTO

Logo BG 30 Anos

***

Padrão
hogwarts
Cultura, Novidades, Supernovas

Conheça a Hogwarts de Campos do Jordão

Matricule-se na Hogwarts brasileira, clique aqui.

Trouxa” no universo da série de livros e filmes do bruxinho Harry Potter são as pessoas que não sabem que magia existe. Mas até os mais “trouxas” quando visitam Campos do Jordão podem sentir que existe magia no ar da cidade. A cidade é encantada por natureza e enfeitiça a todos que pisam seu solo sagrado. Talvez por isso a cidade tenha sido escolhida para abrigar a primeira Escola de Magia e Bruxaria do Brasil. Uma escola totalmente inspirada no universo de Harry Potter, a nossa Hogwarts brasileira.

A Hogwarts brasileira ganhou um brasão próprio.

A Hogwarts brasileira ganhou um brasão próprio.

Localizada no Alto da Boa Vista,  cercada de araucárias em um castelo com mais de 6 mil metros de área construída e a 1700 metros de altitude, a escola conta com uma vista privilegiada das montanhas e vales da Serra da Mantiqueira. Um lugar ideal para jovens bruxos desfrutarem de seus dias letivos completamente protegidos contra as artes das trevas!

Ah… e o Dumbledore brasileiro pediu para avisar que as inscrições para estudar na Hogwarts de Campos do Jordão já estão rolando. Mas olha só que massa, o Dumbledore da escola de magia brasileira não é um bruxo, e sim uma bruxa. Confira uma entrevista que a diretora Vanessa Candida concedeu ao site Brasil Post e saiba como se matricular e tudo que vai rolar no castelo. 

Aqui ó: Hogwarts brasileira existe e está com matrículas abertas.

hogw

Hogwarts do Brasil – Campos do Jordão – SP

Clique na imagem para acessar a galeria

Mais informaçõeswww.escolademagiaebruxaria.com.br

***

OFERECIMENTO

Logo BG 30 Anos

***

Padrão
por do sol felicia
Cultura, Passeios, Verão

Pôr do sol no museu

Quem disse que saudar o pôr do sol é privilégio só de quem está na praia. Em Campos do Jordão existem diversos picos e mirantes nos quais o espetáculo do pôr do sol pode ser apreciado.

por do sol garofalo

Pôr do sol no Museu – Silhueta de visitantes junto à escultura “Horizonte” da artista Felícia Leirner. Foto por Eduardo Garofalo.

Por isso que nós do Boulevard Geneve ficamos super entusiasmados com a programação de janeiro do Museu Felícia Leirner. O museu  em janeiro está promovendo o Projeto Pôr do Sol! Todos os sábados do mês de janeiro, a partir das 18h, uma série de apresentações musicais e performáticas integram a visita ao Mirante do Museu, onde se localiza a escultura “Horizonte” e se avista o belíssimo perfil da lendária Pedra do Baú. O lugar tem um dos finais de tarde mais bonitos de Campos do Jordão, tanto que a gente sempre publica fotos do pôr do sol no museu nas nossas redes sociais. 

por do sol museu

Pôr do sol no Museu – Vista incrível do mirante do Felícia Leirner para a Pedra do Baú. Foto: Keisy Santos Gonzales

Mais que um pôr do sol

Neste sábado, dia 23 de janeiro, a saudação ao crepúsculo será embalada por tambores e flautas. Tochas de fogo e cristais ajudarão a deixar o ambiente  mais mágico e uma dupla de palhaços irá entreter a plateia antes e depois do pôr do sol com intervenções de teatro clown. Vai ser lindo! Prestigie!!!

Ah, a entrada é franca ;)

por do sol museu 2

Pôr do sol no Museu – Se liga nesse final de tarde. Estamos falando que a dica é quente. Chame os amigos ;D

***

Confira a programação do Felícia Leirner para janeiro, clique aqui.

Av. Dr. Luís Arrobas Martins, 1880

Mais informações: www.museufelicialeirner.org.br

***

OFERECIMENTO

Logo BG 30 Anos

***

Padrão
cinema
Cultura, História

Cinema em Campos do Jordão

Campos do Jordão não tem cinema. Certo?! Errado, mas muita gente da cidade pensa assim. Só que Campos do Jordão tem cinema sim, e desde 1943. Trata-se de um bonito prédio que hoje atende pelo nome de Espaço Cultural Dr. Além, mas que antigamente atendia pelo nome de Cine Glória.

Espaço Cultural Dr Além, o antigo Cine Glória.

A Sala – Espaço Cultural Dr Além, o antigo Cine Glória.

Localizado no centro da Vila Abernéssia, o Cine Glória durante vários anos foi o principal ponto de encontro da sociedade jordanense. Como todo bom cinema serviu de janela para o mundo para muitas pessoas e foi testemunha de muitos primeiros beijos. Mas infelizmente nas últimas três décadas perdeu sua “glória”. Os tempos áureos dos anos 50 e 60 ficaram pra trás e como todo mercado cinematográfico brasileiro, o cinema de Campos minguou ao final dos anos 80 e início dos anos 90 por conta da recessão econômica da época. THE END!

Cine Glória - Detalhe para o filme em exibição em meados dos anos 50. "Por Quem os Sinos Dobram", uma adaptação do romance homonimo de Ernest Hemingway, estrelada pelo Brad Pitt da época, Gary Cooper .

Cine Glória – Detalhe para o filme em exibição em meados dos anos 50. “Por Quem os Sinos Dobram”, uma adaptação do romance homônimo de Ernest Hemingway, estrelada pelo Brad Pitt da época, Gary Cooper .

A Retomada do Cinema em Campos do Jordão

Avançamos para o século XXI e a sinopse é essa, muitos jovens falam de boca cheia: “Campos do Jordão não tem cinema”. O hiato de 30 anos fez com que toda uma geração crescesse sem considerar uma ida ao cinema como um programa de lazer na cidade. Mas justiça seja feita, vez ou outra, nesse meio tempo, houveram tentativas de retomar as atividades do Cine Glória. Até mesmo com títulos comerciais. O blogueiro que escreve esse post aos 10 anos dormiu durante uma sessão de Street Fighter em 1995, e três anos depois, em 1998 aos 13 anos, assistiu Titanic. Mas as tentativas de viabilizar novamente o cinema da cidade em sua maioria foram frustradas. A sala deteriorada e os projetores antigos não ajudavam.

cineclube araucária

Foi preciso o avanço da tecnologia para o cinema renascer em Campos. E o herói dessa história tem nome e sobrenome: Cineclube Araucária. O Cineclube Araucária é obra de um grupo de amigos que se reuniu em 2011 e começou a promover exibições de filmes premiados e cultuados pela crítica. Desde então restaurantes, hotéis, pousadas e salas de centros culturais da cidade passaram a receber sessões de filmes e debates promovidos pelo grupo.

Tela pequena, sonho grande - Primeira sessão do Cineclube Araucária exibida no antigo Cine Glória. Na ocasião foi exibido o filme HOME – NOSSO PLANETA, NOSSA CASA, de Yann Arthus-Bertrand.

Tela pequena, sonho grande – Primeira sessão do Cineclube Araucária exibida no antigo Cine Glória. Junho de 2011. Na ocasião foi exibido o filme HOME – NOSSO PLANETA, NOSSA CASA, de Yann Arthus-Bertrand.

Tudo graças à tecnologias como o dvd e o blu-ray, e projetores modernos, bem mais baratos que os tradicionais projetores de rolo. Assim os idealizadores do cineclube conseguiram adquirir muitos filmes, bem como exibi-los. O que deu início a formação de um novo público interessado em cinema na cidade.

Foi lá na Amazônia que o cineclube de Campos nasceu

aaa

Amor pelo cinema – O produtor cultural Cervantes Souto Sobrinho, idealizador do Cineclube Araucária.

O que começou como uma reunião de amigos ganhou corpo. O Cineclube Araucária nos últimos dois anos começou a pautar boa parte das atrações culturais de Campos do Jordão, tornando-se um importante player cultural da cidade.

E esse prestígio se deve, sobretudo, ao produtor cultural Cervantes Souto Sobrinho e sua crença no cinema enquanto ferramenta de transformação social e cultural.

Fã de cinema desde a infância em Lins, sua cidade natal, o jordanense de coração decidiu se mexer para criar o cineclube Araucária após um encontro com realizadores durante a terceira edição do Amazonas Film Festival, evento produzido pela sua produtora, a PG Music Produções Culturais.

Inspiração - Foi no Amazonas Fil Festival que surgiu a ideia do Cineclube Araucária. Na foto: O histórico Teatro Amazonas.

Inspiração – Foi no Amazonas Film Festival que surgiu a ideia do Cineclube Araucária. Na foto: O histórico Teatro Amazonas.

Foi no evento em Manaus, em 2006, num hotel à margem do Rio Amazonas, durante uma conversa informal com colegas do mercado cinematográfico que Cervantes foi provocado: Como podia um amante do cinema como ele viver em Campos do Jordão, uma cidade que não tinha sequer uma sala de cinema. Mas o produtor cultural respondeu seus interlocutores com uma nova provocação: que pecado uma cidade que já foi cenário de importantes produções como Floradas na Serra, por exemplo, e que recebe o maior festival de música erudita da América Latina, não ter um espaço para a difusão da produção audiovisual. E da conversa saiu com a ideia de criar um cineclube em Campos, e com a promessa do apoio de vários atores, diretores e de um representante de uma grande distribuidora brasileira de filmes, para viabilizar o projeto.

Você acredita em arte?

Porque trabalhar com arte/cultura pede um bocado de fé.

Desafiador – Porque trabalhar com arte/cultura pede um bocado de fé.

A série Sense 8, da plataforma online Netflix, traz no quinto episódio um diálogo interessante entre dois personagens que interpretam atores de um filme B. Numa pausa entre a gravação do filme fictício, durante um bate papo sobre carreira, o personagem que interpreta o vilão do filme fala para o ator que interpreta o mocinho, “A arte é como a religião. Para os fiéis de uma religião, a religião é tudo. Para quem não acredita nela, é só um monte de besteira. O mesmo acontece com a arte”.

A reflexão acima talvez explique o empenho que resultou no sucesso do cineclube Araucária. Cervantes é do time que acredita em arte. O produtor moveu e move até hoje mundos e fundos pelo cinema.

Desbravador - A batalha do moinho de vento de Dom Quixote está para o produtor cultural Cervantes Souto Sobrinho, como sua batalha para emplacar o Cineclube Araucária em Campos do Jordão.

Desbravador – A batalha do moinho de vento de Dom Quixote está para o produtor cultural Cervantes Souto Sobrinho, como sua própria batalha para emplacar o Cineclube Araucária em Campos do Jordão.

Ação: Um Dom Quixote à serviço do cinema

Como Dom Quixote, personagem mais famoso do escritor que inspirou seu nome, Cervantes é imaginação à flor da pele. Com uma postura à la Walt Disney, “Seu eu posso sonhar, posso realizar”, Cervantes encampou uma batalha obstinada frente ao seu “moinho de vento”: fundar e fazer o Cineclube Araucária decolar.

Formar público e levar o Cinema de volta ao antigo Cine Glória parecia uma missão fadada ao fracasso. Igual Dom Quixote caindo do cavalo ao ser atingido pela hélice do moinho de vento que ele jurava ser um gigante cruel.

Coisas mágicas acontecem - Realizadores são assim.  Enxergam e compreendem realidades que a maioria não consegue.

Coisas mágicas acontecem – Realizadores são assim. Enxergam e compreendem realidades que a maioria não consegue.

Mas como o próprio Dom Quixote ensina ao seu fiel escudeiro, Sancho Pança, quando este o questiona se estava louco, pois não viu que se tratava de um moinho e não um gigante: o ataque ao moinho não foi loucura. O mago Frestão transformara os moinhos em gigantes e pouco tempo depois a magia se desfez. Mas não a tempo de Dom Quixote conseguir frear seu ataque e evitar ser derrubado pelo moinho. Dom Quixote não acreditava que aquele moinho agora a sua frente era um gigante, mas acreditava nos poderes do mago Frestão. Dom Quixote acreditava na magia. E uma batalha imaginária valia tanto a pena como uma real. Porque magia é real.

O produtor cultural Cervantes também acredita em magia, principalmente na magia do cinema. E acreditava que a batalha pelo cineclube valia a pena. O cineclube já era real mesmo quando ainda estava apenas na sua cabeça. Mas diferente de Dom Quixote, Cervantes venceu a batalha.

Conquistas - O orgulho estampado no sorriso de um voluntário da arte do Cinema.

Vencedor - O orgulho estampado no sorriso de um voluntário da arte do Cinema.

O legado ou o Glorioso retorno do Cine Glória

Quatro anos depois de sua fundação, o Cineclube Araucária já tem uma história de conquistas que é rara entre cineclubes. Graças a gestão cultural eficiente e certeira de Cervantes.

cine novo logo

Nos dois últimos anos o cineclube foi contemplado em programas de incentivo à cultura como o PROAC, e firmou parcerias com instituições como Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Campos do Jordão; a AME Campos; a Secretaria de Cultura de Campos do Jordão, a Oficina de Artes Rosina Pagan, entre outros parceiros da iniciativa privada.

O resultado: O antigo Cine Glória ganhou poltronas novas e um projetor moderno. O antigo mezanino, uma área vip conhecida como “Pulmann” nos tempos áureos do cinema, ganhou uma biblioteca de Cinema decorada com pôsteres de filmes clássicos e cults e que disponibiliza centenas de obras sobre a sétima arte, bem como romances que inspiraram filmes célebres.

Sonho realizado -  A Biblioteca de Cinema de Campos do Jordão.

Sonho realizado – A Biblioteca de Cinema de Campos do Jordão.

Confortáveis poltronas que evocam o estilo art-deco, da época de ouro do cinema, acomodam os leitores da biblioteca, que divide o segundo andar do cinema com o Memorial do Cine Glória, um museu com projetores antigos, bombonieres restauradas, máquinas registradoras dos caixas, entre outros equipamentos que contam a história do cinema de Campos do Jordão.

filmes

Memorial do Cine Glória - O projetor original do cinema, tendo ao fundo os grandes carretéis que permitiam a projeção sem interrupções.

Mas não para por aí, a iniciativa do Cineclube também deu origem a Oficina de Cinema, um projeto de formação audiovisual que funciona na Escola Estadual Vila Albertina e que atualmente conta com 48 alunos.

1º Festival Curta Campos do Jordão que acontecerá entre os dias 11 e 13 de dezembro, no Espaço Cultural Dr. Além (antigo Cine Glória de Campos do Jordão).

Futuros Amantes do Cinema - Grupo de alunos finalizando um curta inscrito no  “1º Festival Curta Campos do Jordão” que acontecerá entre os dias 11 e 13 de dezembro, no Espaço Cultural Dr. Além (antigo Cine Glória de Campos do Jordão).

Epílogo

Assim o cinema retornou ao cotidiano de Campos do Jordão. E o antigo Cine Glória voltou a fazer jus ao seu nome original. Desde 2011 a obra de mestres como Orson Welles, Glauber Rocha, Eduardo Coutinho, Alfred Hitchcock, Pedro Almodóvar, Tim Burton, Quentin Tarantino, Stanley Kubrick, e de dezenas de outros grandes diretores (a lista é grande), voltaram a brilhar no escurinho do Cine Glória, que também passou a receber a itinerância da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

Criador e Criatura - Cervantes na Biblioteca de Cinema.

Criador e Criatura – Cervantes na Biblioteca de Cinema.

Hoje o antigo Cine Glória, atual Espaço Cultural Dr. Além, com a curadoria exemplar do Cineclube Araucária, a Biblioteca de Cinema e o Memorial já figura para quem gosta de cultura como um ponto turístico obrigatório em Campos do Jordão. Um “THE END”, ou seja um “FIM” à altura do que o Cine Glória e o trabalho de Cervantes merecem.

Campos do Jordão e o Cinema agradecem ;D Corta!

theend

***

Onde fica?

Espaço Cultural Dr. Além ( Cine Glória)

Av. Dr. Januário Miraglia, 1582

A Biblioteca de Cinema funciona regularmente de segunda a sexta, das 9 às 17 horas. E também nas noites que ocorrem sessões de filmes, das 19h30 às 21h30.

www.cineclubearaucaria.org

facebook.com/cineclube.araucaria

***

OFERECIMENTO

cabeçalho wordpress

***

Padrão
Clown emcena brasil
Cultura, Eventos

O circo chegou: Emcena Brasil em Campos

A trupe do Emcena Brasil desembarca seus caminhões no próximo final de semana em Campos do Jordão. Nos dias 14 e 15 de novembro os palhaços e atores do projeto prometem muitas risadas ao público que comparecer a Praça de Capivari, das 16h às 22h. Todas as apresentações serão gratuitas.

Teatro móvel

Promovido pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, a caravana cultural do Encena Brasil circula o ano todo por diferentes cidades do estado.

Ao todo sete grupos de teatro clown integram a trupe. Aos moldes da tradicional comédia dell’arte, a cada nova cidade visitada os integrantes montam um palco e se revezam nas apresentações. Contação de histórias, teatro para crianças, comédia para adultos, mamulengos e números de circo compõem o programa do grupo para Campos do Jordão.

Boi Viramundo é uma das peças que estão na programação do Emcena Brasil em Campos do Jordão.  (Foto: Edgar Pedro Divulgação).

Boi Viramundo da Cia Abaréteatro é uma das peças que estão na programação do Emcena Brasil em Campos do Jordão. (Foto: Edgar Pedro Divulgação).

Confira a programação:

Programação Campos do Jordão.

Programação Campos do Jordão.

***

OFERECIMENTO

cabeçalho wordpress

***

Padrão
jornada literária
Cultura, Eventos

1ª Jornada Literária de Campos do Jordão

O calendário oficial de eventos de Campos do Jordão acaba de ganhar um reforço e tanto. Vem aí a 1ª Jornada Literária de Campos do Jordão. De 12 a 21 de novembro a estância serrana mais charmosa do Brasil irá celebrar a literatura.

O evento e a premiação literária levam o nome do  escritor e historiador de Campos do Jordão, Dr. Pedro Paulo Filho, falecido em 2014.

Homenagem – O evento e a premiação literária levam o nome do escritor e historiador de Campos do Jordão, Dr. Pedro Paulo Filho, falecido em 2014.

O evento

A literatura será celebrada das mais variadas maneiras. Leituras dramáticas, contação de histórias, sessões de cinema, saraus, apresentações musicais, lançamento de livros, noites de autógrafos, inauguração de marcos históricos da cidade relacionados a grandes escritores e a entrega do “Prêmio Campos do Jordão de Literatura”, compõem a programação oficial do evento.

Homenageado - O escritor Monteiro Lobato num momento selfie no início do século XX.

Homenageado – O escritor Monteiro Lobato num momento “selfie no espelho”.

Monteiro Lobato e Campos do Jordão

A exemplo de cidades como Londres, Campos do Jordão ganhará demarcação de pontos históricos relacionados a literatura. Monteiro Lobato, por exemplo, morou num sobrado com sua família, na rua Macedo Soares, 400. O local que atualmente abriga uma loja de móveis, agora ganhará uma placa alusiva ao ex morador ilustre.

aa

O antigo nº 33 (hoje 400) da Avenida Macedo Soares, onde Monteiro Lobato morou em 1937, hoje abriga uma loja de móveis.

Prestigie!

Vamos ajudar Campos do Jordão a escrever mais esse capítulo de sua linda história. Dr. Pedro Paulo certamente estaria orgulhoso e feliz com a iniciativa. Partiu ler todo mundo ;D

Clique na imagem abaixo para conferir a programação completa da 1ª Jornada Literária de Campos do Jordão.

Acesse a programação - Clique na imagem.

Acesse a programação – Clique na imagem.

***

OFERECIMENTO

cabeçalho wordpress 2

***

Padrão
ópera Carmina burana
Cultura

Carmina Burana em Campos

O programa “Ópera no Museu” promovido pelo Museu Felícia Leirner apresenta neste final de semana o espetáculo Carmina Burana no Auditório Cláudio Santoro. As apresentações ocorrem nesta sexta, 30,  e sábado, 31 de outubro às 20h. Entrada gratuita.

Old but Gold

Carmina Burana é um espetáculo clássico alemão com canções medievais. Muitas delas familiares a nós brasileiros, pois vem há anos servindo de trilha sonora para inúmeros comerciais. E o bacana nesta adaptação de Carmina Burana é que enquanto são executadas as canções, as letras das mesmas são apresentadas em português ao público num telão.

Promovido pela Cia teatral Minaz, o espetáculo a ser encenado em Campos do Jordão contará com 120 vozes dos corais juvenis e adulto da companhia. Vale destacar também a cenografia. Um verdadeiro espetáculo à parte das canções, a cenografia conta com projeções multimídia e uma iluminação vibrante e envolvente. Prestigie!!!

Confira abaixo um trecho do espetáculo:

SERVIÇO

Local: Museu Felícia Leirner – Auditório Claudio Santoro
Av. Dr. Luis Arrobas Martins, nº 1.880
Horário: 20h
Informações: (12) 3662-6000
Grátis

***

 OFERECIMENTO

cabeçalho wordpress 2

***

Padrão
outubro cinema
Cultura

Cine Garagem: Cerveja e Desenho premiado em cartaz

Para o mês da cerveja e das crianças o projeto Cine Garagem casou as duas celebrações em uma sessão dupla de cinema. Turistas e moradores fãs de cinema, cerveja e animação tem agora um bom motivo para trocar o passeio pela Vila Capivari pela calmaria da Vila Abernéssia neste final de semana.  O Cineclube Araucária em parceria com a Ame Campos exibe neste sábado, 03/10, às 19h30, o curta metragem “Cerveja Falada” seguido na sequência pela animação “O Menino e o Mundo”. Uma ótima oportunidade de reunir a família em um único programa.

Cerveja Falada

O curta metragem com duração de 15 minutos conta a história do mestre cervejeiro Rupprecht Loeffler, um senhor que viveu 93 anos apaixonado pela arte da cerveja artesanal. O curta acompanha um dia da vida de Loeffler e de sua cervejaria, a Canoinhense, em atividade desde 1915. Agora a boa notícia para os cervejeiros de plantão, a sessão do filme contará com uma degustação da cerveja artesanal de Campos do Jordão, a Baden Baden. 

O Menino e o Mundo

menino

Animação que recebeu diversos prêmios internacionais, “O Menino e o Mundo” conta a história de um menino que, sofrendo com a falta do pai, deixa sua aldeia e descobre um mundo fantástico dominado por máquinas-bichos e estranhos seres. Uma inusitada animação com várias técnicas artísticas que retrata as questões do mundo moderno através do olhar de uma criança. Filmaço!!!

 

***

SERVIÇO

AME Campos

Rua Dr. Reid, nº 68, Vila Abernéssia.

Cine Garagem, às 19h30

Entrada Franca

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste_______________________________________________ assinatura BG

Padrão
9 primavera nos museus
Cultura

9ª Primavera dos Museus

Os museus Casa da Xilogravura, Felícia Leirner e Palácio Boa Vista, de Campos do Jordão, estão participando da 9ª Primavera dos museus. O evento é realizado pelo IBRAM (Instituto brasileiro de museus) e acontece em todo território nacional de 21 a 27 de setembro, com exposições exclusivas.

O objetivo da Primavera dos Museus é  promover os museus brasileiros com uma campanha voltada para aumentar o número de visitantes e intensificar a relação dos museus com a sociedade. E a cada ano é escolhido um tema que pauta as curadorias de cada museu. Em 2015 o tema escolhido foi “Museus e Memórias Indígenas”.

Confira abaixo a programação dos museus de Campos do Jordão.

museuss

***

A programação completa de todos os museus do país você encontra aqui.

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste______________________________________________

assinatura BG

Padrão
Bruno Madeira
Cultura

Bruno Madeira em Campos do Jordão

O programa “Jovens Talentos”, que tem patrocínio do Boulevard Geneve, recebe mais um músico premiado neste final de semana. O violonista Bruno Madeira se apresenta em Campos do Jordão neste sábado, dia 19 de setembro, às 17h no Hotel Frontenac. A entrada é livre.

O músico em apresentação no Centro Cultural do SESI, e, Londrina-PR.

O músico em apresentação no Centro Cultural do SESI, em Londrina-PR.

Bruno Madeira apresentará um repertório focado em músicos latino-americanos. O programa inclui obras de Astor Piazzolla, Heitor Villa-Lobos, Gentil Montaña, Leo Brouwer, Manuel Ponce e Abel Carlevaro. 

jovens talentos

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste______________________________________________

assinatura BG

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Padrão