zeca camargo
Bem Estar

Obrigado, Zeca Camargo! Obrigado, turistas!!! ❤️

“Obrigado, Campos do Jordão!!!”

Gratidão, esse é o sentimento que a maioria dos turistas que visitam Campos do Jordão carregam pra casa quando se despedem da cidade. A montanha revigora. Recarrega as energias para a cidade grande.

Campos é Linda!!!

E a tal da gratidão é compartilhada por gente de todo tipo, dos turistas de bate e volta aos mais viajados, como o Zeca Camargo. Isso mesmo, Zeca Camargo!

Zeca Camargo

O apresentador gravou um generoso elogio em vídeo para Campos do Jordão na sua última passagem pela cidade em julho.

Garoto Propaganda?!

Zeca Camargo não ganhou um centavo para gravar o vídeo. Ele simplesmente voltou a sentir na pele o que faz ano a ano tantas pessoas retornarem a Campos do Jordão e sentiu vontade de retribuir e compartilhar no facebook com seus seguidores.

Zeca Camargo, uma cara que já viajou o mundo inteiro, abriu seu coração para nossa cidade. Mas o mais bacana da sua declaração é o destaque que ele deu para coisas simples: o céu azul, o friozinho, o verde das araucárias, o nosso respeito à natureza, o nosso respeito aos turistas…

Sobre o que realmente importa

Há quem diga que Campos não é mais a mesma, sem os stands de grandes marcas.  Mas quer saber, isso não tem importância. O céu azul, a natureza, o friozinho e a acolhida calorosa do jordanense é que são as maiores riquezas da nossa cidade.

Some a isso uma boa estrutura hoteleira e gastronômica e pronto, você tem o porquê de um exigente viajante como Zeca Camargo ficar encantado.

Campos ao que parece não é mais a mesma. Realmente, Campos do Jordão está voltando a sua melhor vocação: Um lugar com um centrinho agitado, boa estrutura e muita natureza e hospitalidade. “Uma joia no alto da serra”.

Gratidão!

Por isso o Boulevard Geneve se despede de mais uma temporada com muito orgulho dos jordanenses e muita gratidão aos turistas que passaram pela cidade em julho.

Obrigado, Jordanenses!

Obrigado, Zeca!

Obrigado, Turistas!

Foi uma alegria compartilhar nossa linda cidade com vocês!

***

 OFERECIMENTO

Logo BG 30 Anos

***

Padrão
zen blog
Bem Estar

Refúgio espiritual em Campos do Jordão

No mundo de hoje nosso corpo e mente são facilmente degradados pela nossa autoindulgência (o consumo excessivo de bebidas, cigarros, comida) e pelo estresse do dia a dia (trabalho, trânsito, crises no relacionamento). Por isso é importante fortalecê-los para não sucumbir diante dos problemas do mundo moderno. Em vez da fuga fácil de um porre ou uma viagem sem propósito, o famoso “se perder para se encontrar”, algo que na maioria das vezes se revela apenas uma fuga, é preferível apostar em coisas mais efetivas. E uma boa solução para isso é buscar ajuda em práticas orientais.  Pois é da cultura oriental “se entender para se encontrar”, encarar os problemas em vez de fugir deles.

Refúgio espiritual em Campos do Jordão

Refúgio espiritual em Campos do Jordão

Equilíbrio

Campos do Jordão tem dois excelentes refúgios de cultura oriental para quem pretende recuperar o equilíbrio entre corpo e mente, o Krishna Shaktí Ashram e o Templo do Grande Amor.

Krishna Shaktí Ashram

Ashram para os hindus é um local entre florestas ou regiões montanhosas, voltado para instrução espiritual e a prática da meditação. E é essa a principal vocação do Krishna Shakti. Localizado em meio a muita natureza na estrada da Tabatinga (também conhecida como estrada da Minalba) o local é um centro de excelência de estudo das escrituras antigas da India e da prática da Yoga.

Krishna Shaktí Ashram - Campos do Jordão-SP

Krishna Shaktí Ashram – Campos do Jordão-SP

Além de funcionar como uma escola de Yoga no campo, o Asharm também oferece facilidades de hospedagem e alimentação, funcionando como um retiro. Um retiro no qual se respira um dos melhores ares do mundo e se convive com monges e pessoas dedicadas integralmente à missão do guru indiano Srila Bhakti Sundar Govinda Dev-Goswami Maharaj.

Krishna Shaktí Ashram - Campos do Jordão-SP

Krishna Shaktí Ashram – Campos do Jordão-SP

Templo do Grande Amor

Na região do Vale dos Mellos, mais precisamente na Estância Xinimbu, fica outro importante refúgio da cultura oriental em Campos do Jordão, o Templo do Grande Amor. Construído de maneira colaborativa o templo tem como filosofia o budismo tibetano. O Lama Michel Rinpoche é o orientador do templo que  tem capacidade para mais de 500 pessoas e cuja decoração interior reproduz a mandala da Stupa de Borobudur (maior monumento budista do mundo, localizado na Indonésia), além de contar com bonitas estátuas esculpidas por artesãos da ilha de Java.

Templo do Grande Amor - Campos do Jordão-SP

Templo do Grande Amor – Campos do Jordão-SP

Considerado o maior templo de budismo tibetano da América do Sul o Templo do Grande Amor conta com uma programação regular que atrai adeptos do budismo de todo Brasil para temporadas de meditação e ensinamentos budistas. O templo também oferece serviços de hospedagem e alimentação.Um excelente destino para quem busca refúgio espiritual e quer se conhecer melhor.

Templo do Grande Amor - Campos do Jordão-SP

Templo do Grande Amor – Campos do Jordão

#ficaadica Muitas religiões tem em comum o fato de considerarem o nosso corpo um templo, uma morada do sagrado. Daí o significado de “Namastê”, expressão utilizada nas comunidades dos dois refúgios espirituais apresentados neste post, e que significa “o Deus que habita em mim saúda o Deus que habita em ti”. Agora convenhamos, muitas pessoas andam pisando na bola quando o assunto é cuidar bem desse importante templo que nós chamamos de corpo. Por isso não hesite, caso esteja em busca de um refúgio para equilibrar corpo e mente visite Campos do Jordão.

***

Mais informações e endereços:

www.ashram.com.br

www.centrodedharma.com.br/templo-do-grande-amor

bônus: Retiro no Mosteiro São João (Irmãs Beneditinas)

***

OFERECIMENTO

Logo BG 30 Anos

***

Padrão
shitake blog
Bem Estar, Comer & Beber

Shitake também é coisa nossa!

Existe uma brincadeira comum entre garçons, uma vez que surja a dúvida sobre quem pediu um prato com shitake, basta procurar um japonês no salão. “Vai na fé que é dele”, ensinam os mais velhos de praça aos garçons novatos.

Descendentes de japoneses são loucos por shitake, mas cada vez mais turistas em Campos do Jordão vem se rendendo ao sabor e aos benefícios dos cogumelos. O ingrediente é figurinha certa nas invenções da maioria dos nossos restaurantes. O shitake consumido em Campos é cultivado, sobretudo, por famílias das colônias japonesas da cidade e de municípios vizinhos como Santo Antonio do Pinhal e São Bento do Sapucaí. A produção local garante cogumelos mais frescos e um preço final mais justo para os bolsos dos clientes.

Shitake - Esse cogumelo tem diversas propriedades nutricionais e terapêuticas, contribuindo para o fortalecimento do sistema imunológico e a manutenção dos tecidos musculares e dos ossos.

Shitake – Esse cogumelo tem diversas propriedades nutricionais e terapêuticas, contribuindo para o fortalecimento do sistema imunológico e a manutenção dos tecidos musculares e dos ossos.

Mas se você ainda não se curvou a essa iguaria japonesa, deveria. O shitake apresenta alto valor nutritivo. Embora sua composição seja cerca de 90% de água, seu peso seco pode conter até 40% de proteínas. E pesquisadores da Unicamp há poucos anos divulgaram uma pesquisa comprovando que os cogumelos são ótimos aliados no combate ao envelhecimento das células e exercem importante participação nas reações metabólicas. Não bastasse, ainda possuem poucas calorias. Em cada 100 gramas de shitake há apenas 35 calorias. “Tá” revelado o segredo, ao menos em parte, da boa forma e da longevidade dos japoneses.

Shitake - ideias para regular o colesterol, previnir o envelhecimento e diminui o  o risco de doenças cardíacas.

Shitake  é um alimento excelente para regular o colesterol, prevenir o envelhecimento e diminuir oo risco de doenças cardíacas.

Sendo assim o negócio é se inspirar nos japoneses e passar a pedir também pratos com shitake, o que é uma boa não só pela saúde, mas também pelo sabor. Chefs de Campos do Jordão costumam fazer maravilhas com o cogumelo. Na cidade os turistas encontram o shitake nas mais variadas receitas, de caldos à massas, cortes de carnes, e até em hambúrgueres. Sério hambúrguer. Achamos tão curioso que até descolamos a receita com o restaurante Baden Baden para você.

Shitake - Saudável e gostoso.

Shitake – Saudável e gostoso.

Confira agora as propriedades nutricionais do shitake e logo abaixo duas receitas para você fazer em casa.

Vitamina B1 Valor máximo em 100 gramas de cogumelo: 0,08mg Ingestão diária recomendada: 1,2mg
Vitamina B2 Valor máximo em 100 gramas de cogumelo: 0,30mg Ingestão diária recomendada: 1,3mg
Ácido fólico Valor máximo em 100 gramas de cogumelo: 1014mg Ingestão diária recomendada: 400mg
Fósforo Valor máximo em 100 gramas de cogumelo: 113mg Ingestão diária recomendada: 700mg
Vitamina C Valor máximo em 100 gramas de cogumelo: 7,2g Ingestão diária recomendada: 45mg
Proteína Valor máximo em 100 gramas de cogumelo: 2,3g Ingestão diária recomendada: 75g
Fibra alimentar Valor máximo em 100 gramas de cogumelo: 3,9g Ingestão diária recomendada: 25g”

Principais benefícios para a saúde

#1 ativa o botão da saciedade, o que diminui a gula. #2 garante tanta proteína quanto a da carne vermelha, com a vantagem de ser uma fonte de proteína mais saudável (e engordar menos!). #3 recruta o exército de defesa do organismo e previne a gripe e o câncer. #4 afina o seu sangue e afasta o mau colesterol.

Para ir além: Confira reportagem da Revista Boa Forma sobre os 4 super poderes do shitake. Clique aqui.

RECEITAS Hamburger da Montanha – Restaurante Baden Baden

Hamburger da Montanha. restaurante Baden Baden.

Hamburger da Montanha. Restaurante Baden Baden.

Para o hambúrguer

Utensílios: Processador e Aro de metal

Ingredientes:

800 g de picanha com pouca gordura

Sal e pimenta branca moída à gosto

Para o molho de shitake

Ingredientes:

350 g de shitake

½ cebola picada

1 colher de sopa de azeite extra virgem

Salsinha Sal à gosto

Para a cama de batatas

Utensílios: Forma de quiche pequena

 Ingredientes:

4 batatas grandes cozidas e cortadas em rodelas

100ml de creme de leite fresco

100 g de queijo gorgonzola

Preparo:

Coloque a carne em um processador de alimentos para picá-la, divida em quatro partes forme os hambúrgueres com ajuda de um aro, tempere com sal e pimenta branca moída e reserve.

Em uma frigideira doure a cebola no azeite, acrescente o shitake cortado em laminas e deixe refogar por 5 min, acrescente o sal e a salsinha e reserve.

Na forma de quiche faça camadas intercalando a batata, o creme de leite e o queijo gorgonzola picadinho, e leve ao forno médio para assar por 20 min. Desenforme no prato de servir.

Grelhe os hambúrgueres no ponto desejado, coloque sobre a batata, cubra com o shitake e salpique com gorgonzola picadinho.

***

Confira também clicando na imagem abaixo uma receita de Nhoque de mandioquinha com iscas de filet e shitake.

nhoque pronto 2

Nhoque de mandioquinha com iscas de filet e shitake – Confira a receita, clique aqui.

***

OFERECIMENTO

boulevardgerneve teste

________________________________________

assinatura BG

Padrão
Bem Estar, Natureza, Passeios, Roteiro Família

Canto Gregoriano em Campos do Jordão

Orar, trabalhar e relacionar-se de maneira fraterna. Esses são os preceitos que guiam o Mosteiro de São João em Campos do Jordão. Na comunidade monástica residem monjas beneditinas que se reúnem sete vezes ao dia na Capela para rezar e entoar cantos gregorianos. Além das obrigações monásticas, as religiosas mantém obras sociais e conforme a tradição dos monges vivem de seu próprio trabalho, produzem e vendem  artesanatos e quitutes como pães, bolos e geleias.

A simpatia das monjas beneditinas.

A simpatia das monjas beneditinas.

Quitutes fabricados e vendidos pelas irmãs beneditinas. Veja mais, clique aqui.

Quitutes fabricados e vendidos pelas irmãs beneditinas. Veja mais, clique aqui.

Aberto para visitação do público o mosteiro comemora em 2014 o seu jubileu de 50 anos. Neste meio século de atividades o local já se consolidou como um dos principais destinos turísticos de quem busca paz de espírito e tranquilidade em Campos do Jordão. Com bosques e trilhas que levam a grutas e capelas e envolto em uma mata milenar o mosteiro é um programa excelente para clarear as ideias, fazer preces e conhecer a tradição do Canto Gregoriano.

Visitantes interessados em assistir ao Canto Gregoriano podem conferir vésperas todos os dias às 17h45. Missas com Canto Gregoriano, por sua vez, acontecem logo pela manhã. No domingo a celebração é às 7h15, na segunda–feira acontece às 7h, e de terça à sábado às 8h.

O mosteiro é envolto por natureza. Veja mais fotos, clique aqui.

O mosteiro é envolto por natureza. Veja mais fotos, clique aqui.

O mosteiro de São João também recebe religiosos e leigos engajados para retiros. Na Casa Santa Scholástica as pessoas podem vivenciar o dia a dia da abadia e curtir períodos de orações e celebrações da comunidade em meio a uma das paisagens mais bonitas da cidade.

Casa de Retiro Santa Scholástica

Casa de Retiro Santa Scholástica

“A espiritualidade beneditina oferece exatamente o que falta aos nossos tempos… procura preencher o vazio e curar a fraqueza na qual muitos de nós vivemos, de maneira sensível, humana, íntegra e acessível a uma humanidade estressada, super-estimulada e super- agendada.

A espiritualidade beneditina não exige grandes obras ou grandes renúncias, é tecida com a matéria prima da vida cotidiana comum. Simplesmente pede relacionamento. Mostra como relacionar-se com Deus, com os outros e com nosso mais profundo eu.”

Ir. Joan D. Chittister

***

Mais Informações:  www.mosteirosaojoao.org.br

Horários do Canto Gregoriano: Clique aqui.

OFERECIMENTO

________________________________________________

Padrão
trilhas de bicicleta - Campos do Jordão
Bem Estar, Passeios

Trilhas de bicicleta em Campos do Jordão

Trilhas para todos

A vocação de Campos do Jordão para esportes ao ar livre é notável. Entre as modalidades mais praticadas na cidade destaca-se o ciclismo e a cidade é um verdadeiro paraíso para os entusiastas desse esporte. É comum ver atletas amadores e profissionais subindo a rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro e o Pico do Itapeva na pedalada. O entorno da cidade e o Horto Florestal respondem por inúmeras trilhas para mountain bike que costumam servir para eventos profissionais da modalidade. E a área urbana conta com uma ciclovia de 6km que corta os três principais bairros da cidade, Vila Abernéssia, Vila Jaguaribe e Vila Capivari.

Conhecer a cidade de bicicleta é um dos passeios mais prazerosos que Campos oferece e independe da habilidade do ciclista. Existem  trilhas e trajetos de diferentes níveis  de dificuldade.

Seja na terra ou no asfalto, em percursos planos, subidas ou descidas, andar de bicicleta em Campos do Jordão é uma delícia. Por isso selecionamos algumas sugestões de trilhas  para você aproveitar na cidade. Boa pedalada!

Não trouxe bike? Não tem problema. No Horto Florestal há locação de bicicletas.

Não trouxe bike? Não tem problema. No Horto Florestal há locação de bicicletas.

Trilha das Três Matas

Distância: 8,3 km Nível de dificuldade : médio

Características : single track, com vários trechos de descida técnica. Suba a estrada de asfalto que dá acesso ao Morro do Elefante, no final da subida siga em frente pela estrada de terra, sempre pela principal . A entrada da trilha está cerca de 400m após a entrada do SPA, fica do lado direito da estrada, começa subindo .

Em alguns trechos aparecem outras trilhas que acabam se encontrando com a principal mais à frente, procure manter a trilha mais aberta . O ponto mais alto é o visual das pedras, a 1750m de altitude onde vale a pena perder um bom tempo pois é demais ! O fim da trilha é no asfalto que dá acesso a Minalba, próximo ao loteamento Pedra de Fogo.

Trilha da Casa Redonda (Alto do Capivari)

Distância: 16 km Nível de dificuldade : fácil

Características : subida em estradas de terra e asfalto, single track em campo aberto Subir para o Alto do Capivari pela estrada principal de asfalto, quase no final da subida, entrar à esquerda na rua da Casa Redonda.

A entrada da trilha, virou uma estradinha de terra subindo, ao terminar a subida fica fácil ver a trilha principal seguindo para a esquerda . A trilha segue a uma altitude de 1730m e vai terminar na Represa do Fojo.

Horto Florestal

Existem roteiros indicados dentro do parque, inclusive quanto ao seu nível de condicionamento físico. Há também locação de mountain Bikes para quem não tiver e quiser passear .

Zig Zag – A trilha mais famosa de Campos do Jordão

Na descida são 15,5 Km com desnível de 570 metros, já no começo são pelo menos 8 KM de puro Down Hill com muitos obstáculos naturais, que fazem a cabeça de qualquer piloto. Depois deste trecho ainda são mais alguns quilômetros de descida em estrada de terra para acelerar bem acima de 60 Km/h até o vale do Lageado. Confira um review completo no site X Rides.

O percurso da Zig Zag pode ser vencido em 3 horas.

O percurso da Zig Zag pode ser vencido em 3 horas.

*

Zoom Bike Park

Um dos melhores bike park para mountain bike do Brasil. Clique na imagem para ler um especial sobre o parque.

zoom bike park

Mais trilhas

Confira a partir da página 139 dos slides.

*

Fontes: www.camposdojordao.com.brwww.camposdojordao.com

***

OFERECIMENTO

Logo BG 30 Anos

***

 

Padrão
turismo rural em Campos do Jordão
Bem Estar, Natureza, Passeios

Turismo Rural em Campos do Jordão

 “Todo homem pode ser um homem bom no campo”

O aforismo que abre esse post é do escritor Oscar Wilde e faz alusão a sensação de paz e tranquilidade que a vida no campo proporciona às pessoas das cidades. Escapar do stress do dia a dia dos grandes centros é o que motiva a escolha de Campos do Jordão como destino turístico de muitos turistas.

Bairro dos Mellos, comunidade rural de Campos do Jordão.

Bairro dos Mellos, comunidade rural de Campos do Jordão.

Turismo Rural

A cidade, apesar do badalado centro turístico, tem várias opções de passeios nos quais a natureza e a calma ditam a cadência dos eventos. Tanto que cada vez mais empresários da região tem voltado os olhos para empreendimentos na área do turismo rural. São iniciativas focadas em momentos de bem estar genuíno, de contato com a natureza, com a culinária local, a agricultura e as tradições das comunidades rurais.

Pés de framboesas. A fruta é figurinha carimbada na culinária típica de Campos do Jordão e região.

Pés de framboesas. A fruta é figurinha carimbada na culinária típica de Campos do Jordão e região.

Selecionamos três destinos que combinam visitas ao campo, observação de animais, hortas, café coloniais e cultura local. Um mundo livre de agrotóxicos, que respeita o meio ambiente e as tradições locais, e cujas delícias vão ficar na sua lembrança por muito tempo. Tudo com gostinho de fazenda.

Fazenda Renópolis

O buffet do Café colonial da Fazenda Renópolis é sempre lembrado pelo júri da revista Veja Comer & Beber.

O  Café colonial da Fazenda Renópolis é sempre lembrado pelo júri da revista Veja Comer & Beber.

A fazenda Renópolis produz tudo que é consumido nas suas dependências. Administrada por Denise e Débora Murgel, mãe e filha, a Fazenda Renópolis pertence à família Murgel desde a década de 20 e dela se originou a Colônia Renópolis, povoada por colonos japoneses há décadas.

O local responde por  20 alqueires de mata nativa, com trilhas, cachoeira, destinos de escalada e belíssimas paisagens da Serra da Mantiqueira.  Em meio às trilhas da fazenda diversos animais convivem harmonicamente com os funcionários e turistas.

A comunidade rural de Renópolis é tão tradicional que conta com uma parada ferroviária própria. A Fazenda Renópolis também faz parte do roteiro turístico da EFCJ e é uma das paradas do trajeto Campos do Jordão - Santo Antônio do Pinhal.

A comunidade rural de Renópolis é tão tradicional que conta com uma parada ferroviária própria. A Fazenda Renópolis também faz parte do roteiro turístico da EFCJ e é uma das paradas do trajeto Campos do Jordão – Santo Antônio do Pinhal.

Na casa sede o turista encontra a Casa de Chá colonial, conhece o artesanato local e produtos com ervas medicinais e aromáticas produzidos na fazenda.

A revista Veja Comer & Beber acaba de destacar os chás da Fazenda Renópolis em sua última edição. Ao todo são 40 tipos de chás, cujas ervas são cultivadas organicamente e depois desidratadas, mas o chá também pode ser feito com folhas frescas colhidas na horta, à vista do freguês.

 Empório dos Mellos

O Empório dos Mellos é responsável por um toque discreto e eficiente de contemporaneidade para a culinária da pacata comunidade dos Mellos em Campos do Jordão.

O Empório dos Mellos é responsável por um toque discreto e eficiente de contemporaneidade na culinária da pacata comunidade dos Mellos em Campos do Jordão.

Mix de empório, restaurante e casa de artesanato, o Empório dos Mellos trabalha com produtos cultivados e produzidos pela comunidade do Bairro dos Mellos, uma bucólica comunidade rural de Campos do Jordão.

O vale dos Mellos onde fica localizado o Empório dos Mellos.

O vale dos Mellos onde fica localizado o Empório dos Mellos.

A mercearia oferece verduras, legumes, pães artesanais e frutas frescas sempre fornecidas por agricultores da região. Na lojinha de artesanato o visitante encontra  peças de madeira, machetaria, bordados, velas, cerâmica e pintura em tecido. Tudo produzido pela comunidade local.

Com 10 anos de atividade o Empório dos Mellos já faz parte do dia a dia da comunidade local.

Com 10 anos de atividade o Empório dos Mellos já está totalmente incorporado ao dia a dia da comunidade local.

Já o restaurante homenageia a comida caipira em cada um de seus pratos, mas com uma releitura moderna. O lombo na lata, por exemplo, é recheado com linguiça calabresa ao molho agridoce de mexerica e geleia de pimenta, acompanhado de repolho refogado e purê de mandioquinha.  Do restaurante os clientes tem vista para a comunidade dos Mellos e um jardim de roça, onde pode-se observar o vai vem de  galinhas d’angola e várias espécies de passarinhos.

 Viveiro Frutopia | Restaurante Entre Vilas

O nome Entre Vilas batiza o restaurante, o vinho e o azeite do viveiro

O nome Entre Vilas batiza o restaurante, o vinho e o azeite do viveiro Frutopia

Valorizar produtos locais, privilegiando pequenos agricultores e minimizando impactos ambientais. Esta é a proposta do Restaurante Entre Vilas, localizado entre São Bento do Sapucaí e Campos do Jordão.  Com uma proposta de levar à mesa apenas aromas e sabores típicos do campo, a casa utiliza somente matérias-primas e ingredientes oriundos da fazenda e da região onde o restaurante está localizado.

O Agrônomo Rodrigo Veraldi Ismael é o responsável pela produção do viveiro

O Agrônomo Rodrigo Veraldi Ismael é o responsável pela produção do viveiro Frutopia. Foto: Revista Globo Rural

Instalado dentro do viveiro Frutopia, o restaurante apesar de estar localizado na vizinha São Bento do Sapucaí é de fácil acesso para quem visita Campos do Jordão.  E o viveiro aberto recentemente para visitações também possui ligações fortes com Campos. Rodrigo Veraldi Ismael, o proprietário, é filho do ex-prefeito de Campos do Jordão, João Paulo Ismael. E foi o Ismael pai que há 30 anos atrás, começou o cultivo de framboesas na propriedade da família,  hoje administrada pelo filho. Maior viveiro de frutas do país, a propriedade é 100% sustentável. Só de framboesas são 20 variedades diferentes. A propriedade também produz lúpulo e seu produto serviu de matéria-prima para a edição comemorativa de 15 anos da cerveja Baden Baden. Outras áreas de atuação da fazenda são as vinhas e oliveiras, que também já contam com vinho e azeite homônimos, o Entre Vilas.

A edição comemorativa de 15 anos da Baden Baden foi produzida com lúpulo do Viveiro Frutopia.

A edição comemorativa de 15 anos da Baden Baden foi produzida com lúpulo do Viveiro Frutopia.

Mas atenção, interessados em conhecer a fazenda ou almoçar no restaurante devem fazer reservas antecipadas.

O restaurante funciona às sextas, sábados e domingos, a partir das 12 horas e as reservas devem ser feitas através do e-mail r.veraldi@terra.com.br ou pelo telefone 12- 99745-9897. O Entre Vilas fica no 5 KM da Estrada Municipal São Bento do Sapucaí.

***

Como chegar:

Fazenda Renópolis, clique aqui.

Empório dos Mellos, clique aqui.

Viveiro Frutopia, clique aqui.

***

OFERECIMENTO

Logo BG 30 Anos

***

Padrão
Bem Estar, Esportes

Corrida e Campos do Jordão

Corridas de Montanha

Corridas de Montanha

Campos do Jordão é um excelente destino para corredores profissionais e amadores. E o segundo grupo ainda que de férias no mês de julho não deve e não tem motivos para deixar de se exercitar por causa do frio. De acordo com Beny Schmidt, chefe do Laboratório de Patologia Neuromuscular da UNIFESP, esse é o melhor período do ano para praticar corrida, uma vez que o desempenho no esporte depende muito da temperatura ambiente. “Correr no forte calor, além de ser mais cansativo, aumenta a chance de desidratação”, alerta o especialista.

Dicas de percursos

A ciclovia de campos do Jordão atravessa toda a cidade.

A ciclovia de campos do Jordão atravessa toda a cidade.

Partindo do portal até o centro da vila Capivari são 4 km em pista paralela às avenidas que cortam a cidade. Com relação às travessias (cruzamentos), estas são bastante tranquilas. Outro percurso bastante praticado por corredores é partir do centro comercial (Vila Abernéssia) em direção ao pico do Itapeva. São 12,1 Km que combinam terreno plano até a vila Capivari com subidas e descidas até o Pico .

Curiosidade: O percurso até o Pico do Itapeva é um dos preferidos do atleta Marilson Gomes, bi-campeão da Maratona de Nova Iorque.

Grupo de corredores no Pico do Itapeva. Foto por Wilson Arantes.

Grupo de corredores no Pico do Itapeva. Foto por Wilson Arantes.

Outra ótima opção de percurso é correr no Horto Florestal, que possui trilhas em terrenos acidentados, além de subidas, descidas e áreas planas. Uma excelente opção para trail running e corrida de montanha.

O Horto Florestal conta com várias trilhas para a prática da Corrida.

O Horto Florestal conta com várias trilhas para a prática da Corrida.

Mas atenção, no frio também são necessários alguns cuidados:

Beba muita água

O visual é sempre uma atração a mais para o corredor em Campos do Jordão.

O visual é sempre uma atração a mais para o corredor em Campos do Jordão.

A reposição de líquidos é fundamental. Isso porque apesar da sensação de perda líquida ser baixa, o ar costuma ser mais seco no inverno, elevando o risco de desidratação, mesmo o corredor transpirando menos. Beber bastante água também colabora para que sua pele não resseque por causa do atrito com o vento gelado.

Olho na balança

Você corre e então pode comer aquela fondue de chocolate sem peso na consciência. Foto por Thinkerstock.

Você corre e então pode comer aquela fondue de chocolate sem peso na consciência.

No frio é comum exagerarmos nos alimentos calóricos e gordurosos, aumentando o risco de ganhar quilos extras. Assim, a atividade física torna-se ainda mais importante.

Escolha bem sua roupa

Nos primeiros minutos de corrida e caminhada meias compridas e mais grossas, além de luvas e gorros são bons acessórios para proteger do frio as extremidades do corpo.

Nos primeiros minutos de corrida e caminhada, meias compridas e mais grossas, além de luvas e gorros são bons acessórios para deixar aquecidas as extremidades do corpo.

A escolha de roupas adequadas é fundamental. Segundas peles e materiais leves, mas que ajudam a manter aquecido como as malhas fleece, são boas apostas. Também é importante salientar que você até pode começar a correr com várias camadas de roupas, mas deve ir retirando uma a uma de acordo com a elevação da temperatura corporal, tomando o cuidado de não ficar muito exposto ao vento.

Boa Corrida! ;-)

***

OFERECIMENTO

______________________________________________

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Padrão